Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CAETANO VELOSO TEM SUA VERVE E ROTINA DOCUMENTADAS

COM A EX, A PRODUTORA PAULA LAVIGNE, E O DIRETOR FERNANDO GROSTEIN ANDRADE, ELE ESTREIA LONGA EM SP

Redação Publicado em 20/07/2009, às 18h15 - Atualizado em 23/07/2009, às 11h39

Fernando Grostein Andrade, Paula Lavigne e Caetano Veloso - JOÃO PASSOS/BRASIL FOTOPRESS
Fernando Grostein Andrade, Paula Lavigne e Caetano Veloso - JOÃO PASSOS/BRASIL FOTOPRESS
Despretensioso, bem-humorado e leve. Foi esse Caetano Veloso (66) que deliciou uma plateia repleta de amigos na première do documentário Coração Vagabundo, no Cine TAM, no Morumbi Shopping, em São Paulo. "O filme vai fundo em muitos assuntos, tanto na observação do diretor quanto nas minhas falas", comentou o "doce bárbaro" sobre o trabalho do diretor Fernando Grostein Andrade (28), produzido pela Natasha Filmes, de Paula Lavigne (40), ex-mulher do artista, e pela Cine Cinematográfica, de Raul Doria (46) e Clóvis Mello (48). "Me emocionei. Não porque ainda éramos casados e não estamos mais. Mas porque, na época, estávamos tristes", revelou a mãe de Zeca (17) e Tom (12), frutos da relação de 19 anos. O longa transita por viagens que o músico fez por São Paulo, Nova York, Tóquio, Osaka e Kyoto para lançar seu primeiro álbum com repertório em inglês, A Foreign Sound, entre 2003 e 2005. "Minha intenção era mostrar as riquezas de um artista que criou aos 18 anos, em Santo Amaro da Purificação, Bahia, uma música que viajou o planeta com a intensidade de quem queria guardar o mundo em si", disse Fernando, irmão do apresentador Luciano Huck (37). Para prestigiar o ídolo, que encanta diferentes gerações cantando sobre tudo, do amor à política, do lirismo à violência, muitas personalidades acorreram à sessão, como o cantor Zezé Di Camargo (46), com Zilú (45). "Ver este trabalho dá vontade de fazer um documentário nosso", contou o parceiro de Luciano (36). Outra estrela ali era Sandy (23), com o marido, Lucas Lima (23), o irmão, Junior Lima (22), e os pais, Xororó (51) e Noely (46). "Fiquei encantada com o filme, cheio de verdade e sensibilidade", disse a cantora. "É uma obra que dá a chance de conhecer mais sobre Caetano", completou Junior, da banda Nove Mil Anjos. Amiga de longa data do cantor, Regina Casé (55) viajou do Rio a SP para a estreia:. "Tudo o que faço, penso primeiro no que ele vai achar. Ele me dedicou duas músicas lindas, Muito e Rapte-me, Camaleoa", lembrou a apresentadora do Vem Com Tudo!, quadro do Fantástico, que, como a irmã, a RP Patrícia Casé (51), aparece no longa. Nas três salas de exibição estavam a atriz Barbara Paz (34) com o cineasta Herctor Babenco (63), a apresentadora Barbara Thomaz (24), o casal de atores Lorenzo Martin (28) e Ana Saab (28), os colegas de Band Lorena Calábria (45) e Rafael Cortez (32), as atrizes Leona Cavalli (39) e Luciana Vendramini (38), Thereza Collor e Gustavo Halbreich (59) e Maria Antonia e Roberto Civita, presidente do Conselho de Administração do Grupo Abril e presidente e editor da Editora Abril. Vera Zimmerman (45), musa de Caetano, que lhe "deu" a canção Vera Gata, e o casal de amigos Paula Burlamaqui (42) e Daniel Alvim (34) também aclamaram Caetano, que segue com a turnê Zii e Zie, nome de seu novo CD.