Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Tranquila, Bia Seidl renova as energias

Atriz comenta sobre a vida e a atual fase da carreira em breve passagem por Florianópolis

Redação Publicado em 05/10/2010, às 20h57 - Atualizado em 08/10/2010, às 18h44

No cenário paradisíaco do Costão do Santinho Resort Golf & Spa, Bia curte dias calmos para descansar e refletir. - FERNANDO WILLADINO
No cenário paradisíaco do Costão do Santinho Resort Golf & Spa, Bia curte dias calmos para descansar e refletir. - FERNANDO WILLADINO
Linda e serena, a atriz Bia Seidl (49) aproveitou um raro espaço em sua apertada agenda para realizar o sonho de conhecer Florianópolis, capital de Santa Catarina. Há dois anos e meio em cartaz com Cândida, no papel da protagonista que dá nome à peça, a atriz, que já se apresentou em mais de 19 cidades e está em cartaz pela segunda vez em São Paulo, onde encerra temporada em 19 de dezembro, no Teatro Augusta, renovou suas energias no paradisíaco Costão do Santinho Resort Golf & Spa. "Sempre tive o sonho de conhecer esta cidade, mas com teatro e TV, acabamos não tendo tempo para viajar, pois normalmente estamos trabalhando nos finais de semana. Foi tão bom que já estou louca para voltar. Estou programando passar o réveillon aqui", diz ela, que viajou ao lado da filha caçula, Miranda (12), fruto de seu relacionamento com o ex, o ator Sérgio Mastropasqua (45), que vive seu marido no espetáculo. "É uma coisa muito natural, acho saudável manter esse relacionamento. Modéstia à parte, me considero uma ótima ex, inclusive acho até que eles me recomendam", brinca ela, mãe também do produtor de TV Daniel (31) e que está solteira por opção, como ela mesma diz, pelo fato de ser muito exigente e seletiva. Bia, que em 2011 completa 30 anos de carreira, hoje divide seu tempo entre as apresentações e a preparação para a montagem teatral Cabul, com estreia para o primeiro semestre do ano que vem. "É uma peça interessante e que aborda um tema atual. Precisamos usar nossa profissão para passar informação ao povo", defende ela, sobre o texto que aborda a vida na capital do Afeganistão. Sem planos para a TV, seus últimos papéis foram no remake da novela global Paraíso, na qual já havia atuado na versão de 1982, e uma participação no seriado A Vida Alheia.