Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Bárbara Borges

Em Portugal, após superar crise, brinde à paixão com Cesar Fontes

Redação Publicado em 31/05/2011, às 19h44 - Atualizado em 01/06/2011, às 02h05

O casal, que namora há três anos e ficou dois meses separado, festeja o entendimento com o vinho Casa dos Fontes, na vinícola da família de Cesar, em Cinfães do Douro. - JOAQUIM NORTE DE SOUZA/CARAS PORTUGAL
O casal, que namora há três anos e ficou dois meses separado, festeja o entendimento com o vinho Casa dos Fontes, na vinícola da família de Cesar, em Cinfães do Douro. - JOAQUIM NORTE DE SOUZA/CARAS PORTUGAL
Encorpada e madura, como um bom vinho. Assim pode ser definida a atual fase da relação entre a atriz Bárbara Borges (32) e o estudante de Nutrição Cesar Fontes (28). O clima de lua de mel se acentuou com a temporada do casal em Portugal, na vinícola da família dele, em vila de Souselo, Cinfães do Douro, onde produzem o Casa dos Fontes. Lá, eles contam que superaram totalmente a crise que se abateu sobre o namoro de três anos no fim de 2010. Os dois, que chegaram a ficar dois meses separados, garantem que saíram bem mais fortalecidos do episódio. "Qualquer relação tem altos e baixos, crises. A essa altura, foi preciso decidir se terminávamos definitivamente ou seguíamos em frente. Mesmo com vidas e rotinas diferentes, temos a consciência de que estamos juntos porque queremos", assegura a atriz, contratada da Record, que viajou para Portugal, país onde Cesar se estabeleceu desde 2010. Ele agora pretende viver na ponte aérea Rio-Lisboa. - O que aconteceu, as diferenças transformaram a relação? Bárbara - Não somos o casal que éramos no início. À medida que fomos nos conhecendo, nos moldamos à personalidade do outro e a relação se desenvolveu. Aprendemos juntos e estamos mais fortes. Fico feliz e ainda mais apaixonada ao ver que Cesar amadureceu. Ele é determinado. Gosto de vê-lo lutar por seus ideais. - Vocês fazem planos ou conversam sobre casamento? Cesar - O importante é que estamos juntos e felizes. Não planejamos casamento tradicional, em igreja. Não tem a ver com a gente. Mas pensamos ter uma vida em comum. Ela mora em um apartamento e quer ter uma casa, cães... Claro que falamos disso. Bárbara - Mas não temos pressa. Não me preocupo com isso. Prefiro ter um relacionamento estável, mesmo sem papel passado, viver e deixar que as coisas aconteçam naturalmente. Mas claro que sonhamos, falamos sobre nossa futura casa e filhos. Em algum momento isso vai acontecer e será algo muito feliz. Estou certa de que a maternidade será uma grande realização para mim. - Será difícil administrar o namoro a distância, enquanto Cesar precisar ficar em Portugal? Bárbara - Voltarei mais vezes aqui, não posso deixá-lo sozinho muito tempo. E não custa nada, adoro Portugal. No Rio, onde moro, levo uma vida urbana muito agitada. E quando estou aqui, lembro da minha infância com os meus avós no campo. Antes mesmo de conhecer Cesar, já tinha vindo a Portugal, em 2005, após gravar Senhora do Destino. Na época, passei quatro dias em Lisboa e fiquei encantada. Nós, atores brasileiros, somos sempre bem recebidos. E sempre me identifiquei com a cultura, tenho raízes. Meus avós eram daqui. Quando comecei a namorá-lo, o bacalhau já era meu prato predileto (risos), já gostava de vinho e de fado. Cesar - O importante é que confiamos um no outro. E sempre nos veremos, não ficaremos longe por muito tempo.Vim para para fazer uma pós-graduação em Nutrição. Mas quando cheguei aqui, me apresentaram alguns donos de restaurantes onde pus à venda o vinho que minha família produz desde 2003. E isso fez a produção aumentar. A marca Casa dos Fontes está crescendo. Então, optei por fazer uma pausa na faculdade para cuidar disso. - É complicado namorar atriz? Cesar - Sou tranquilo e gosto de incentivá-la em seus papéis. Bárbara - Ele é realmente um grande apoio para meu trabalho. - Cesar não sente ciúmes de determinadas cenas? Bárbara - Temos uma relação tão boa que isso não é nem falado entre nós. Ele não se chateia, não se incomoda com as cenas com outros homens. - A estabilidade no campo pessoal ajuda em tudo na sua vida? Bárbara - Definitivamente, sou dependente emocionalmente. Preciso me sentir equilibrada em tudo. Me sentir bem com uma pessoa ao meu lado, um parceiro, um companheiro, faz com que eu fique segura na profissão também. A vida é assim, uma batalha diária. Trabalho desde os 16 anos, lutei para chegar onde estou e ainda tenho sonhos e conquistas a realizar. Por mais que se tente não misturar a vida pessoal com a profissional, é complicado. Lidamos com a emoção. Se estamos com algum problema, isso fatalmente repercute na atuação, no papel que desempenhamos. - Na sua profissão, a imagem é importante. Ter alguém ao seu lado com formação em Nutrição ajuda a manter a forma? Bárbara - Nunca tive problema com a balança, sempre fui magrinha. Mas não há como esconder que o tempo passa. Com a idade, as coisas já não são como eram aos 20 anos. Cesar trouxe disciplina para a minha vida em relação à alimentação e à ginástica, é o meu personal trainer. É ótimo ter alguém que só dá boas referências e te coloca sempre para cima.