Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

ATRIZES GLOBAIS REVERENCIAM MADONNA

Guilhermina, Camila, Flávia e Mariana são as madrinhas de camarote no Rio e SP

Redação Publicado em 22/12/2008, às 20h37 - Atualizado em 23/12/2008, às 00h11

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Parece que o tempo não passa para Madonna (50). Pernas, braços e barriga musculosos, esculpidos por muita ginástica e exercícios de pilates e yoga, e um fôlego de dar inveja para qualquer mortal. Isso sem falar no sorriso jovial que impressionou e encantou as cerca de 70 mil pessoas presentes em cada uma das apresentações no Maracanã, no Rio, e no Estádio do Morumbi, em SP. Nem mesmo os constantes atrasos tiraram o pique dos fãs, que fizeram a 'ola' na arquibancada até o primeiro acorde de Candy Shop, quando o estádio lotado se calou, ansioso, à espera da aparição da maior estrela pop de todos os tempos. A canção, de seu novo álbum, Hard Candy, se misturou aos gritos e emoção da platéia e fez todos esquecerem o cansaço. "Estou muito feliz de estar de volta", anunciou a cantora que se apresentou no Brasil em 1993, na turnê The Girlie Show, em histórica performance que a atriz Flávia Alessandra (32) não pôde assistir. "Fiquei muito triste, pois quando ela veio, eu estava morando em Nova York", afirmou ela, que desta vez curtiu a apresentação ao lado do marido, o também ator Otaviano Costa (35). A bela foi madrinha da segunda noite paulistana do Camarote da Renner, marca patrocinadora da Sticky and Sweet Tour no Brasil, assim como as atrizes Guilhermina Guinle (35), Camila Pitanga (31) e Mariana Ximenes (27), que se revezaram nos shows para receber os convidados no espaço vip. "É uma honra ter essa conexão com a música de Madonna. Sempre me inspirei e me vesti como ela", revelou Flávia, 'madonnite' confessa, que levou o visual da popstar também para a TV. Ela adotou uma cartola, acessório utilizado por Madonna no show, em sua personagem Alzira, na trama global Duas Caras. "Tudo é incrível. A dança, seu corpo, as roupas, a interaçao com o público. Até quem não gosta curte o show", ressaltou Guilhermina, que apareceu no camarote de meia arrastão, mesmo look adotado por Madonna no palco. Sem a chuva que castigou o Maracanã no primeiro show carioca, e que provocou a queda de Madonna no palco, a segunda apresentação da cantora novamente lotou o estádio. Camila Pitanga não escondia sua adoração pela diva pop. "Sempre fui apaixonada por ela. Dancei muito suas músicas tanto na frente do rádio quanto ouvindo vinil", contou a atriz, que antes de seguir para o show, ainda no Meeting Point da rede de lojas, no Museu de Arte Moderna, se entregou aos cuidados do cabeleireiro Evandro Ângelo (36). "Vou prender os cabelos porque quero pular muito hoje", anunciou ela, que usou ainda um chapéu. Camila não era a única que passou a adolescência dançando Madonna. Juliana Paes (30) contou que chegou a fugir de casa para assistir à apresentação da cantora no Rio, há 15 anos. "Fui ao show escondida da minha mãe", confessou ela, ao lado do casal de atletas Leila Barros (37) e Emanuel Rêgo (35), além da também jogadora de vôlei Virna (37). Como não poderia deixar de ser, a boa forma e o vigor de Madonna também foram lembrados durante toda a noite. "Ela é muito determinada. Tem personal 24 horas por dia. É uma inspiração para qualquer mulher", disse a atriz Cristiana Oliveira (45). Ao ouvir a declaração, o namorado da atriz, Kallel Oliveira (35), fez questão de lembrar que Madonna não era a única a chamar a atenção. "Cris está com 45, mas tem jeito de 25 e corpo de 18. É linda", elogiou ele. Uma das presenças mais festejadas foi a do ator Marcello Novaes (46). Acompanhado pela atriz Gabriella Vigol, que ele jura ser apenas sua amiga, o ator pela primeira vez participou de um evento após a agressão que sofreu na boate 00, Rio, em 20 de novembro. Novaes levou 21 pontos na testa . "Este é o primeiro show que vejo da Madonna e estou boquiaberto. Ela me surpreendeu", falou. Assim como no Rio, a atmosfera em São Paulo era de super-produção. E os convidados entraram no clima desde o MuBE, Museu Brasileiro da Escultura, onde puderam desfrutar de uma alimentação vitaminada, cabeleireiros e maquiadores e customização das camisetas, assinadas pela estilista Juliana Jabour (31). Depois de prontos e glamurosos, os vips partiam para o grande espetáculo em vans escoltadas por batedores. "O Mube foi escolhido pela proximidade e por toda mensagem de arte, cultura e beleza que possui", explicou José Galló (57), presidente da Renner, no evento com a mulher, Flavia Luiza Galló (53). Chegando ao estádio, o camarote era uma festa à parte. Como a música não pode parar, antes e depois do show, o estiloso trio de DJs da WWW, formado por Rosana Rodini (25), Marina Sasseron (27) e Carol Nogueira (25) comandou as pick-ups, embalan do celebridades como Gustavo Kuerten (31), as atrizes Leandra Leal (26), Gabriela Duarte (34), Gianne Albertoni (27), Fernanda Young (38) e Karina Bacchi (32), os casais Caroline Bittencourt (26) e Alvaro Garnero (38), Daniel (40) e Aline de Pádua (27). "A Aline ama a Madonna desde criança. Estou aqui para agradá-la", confessou Daniel, que namora a bailarina há seis anos. Já contratado pelo Corinthians, o jogador Ronaldo (32) pisou no estádio do Morumbi, não como astro da bola, e sim como um espectador, acompanhado do sogro Luiz Antony, pai de Bia (25), e Camila Faro, melhor amiga da mãe de seu segundo herdeiro. "Gosto muito da Madonna, por isso fiz questão de estar aqui. Curto todas as músicas", disse Ronaldo. Quem também não perdeu o evento do ano foram as atrizes Marisa Orth (46) e Alice Braga (25), que curtiu o som da diva ao lado da irmã Rita Moraes (28). "A Madonna é uma show-woman, um espetáculo. O grande show é ela", elogiou Alice. Grávida de quatro meses, Luciana Mello (29) presenciou o espetáculo, ao lado do marido, Ike Levy (32), do pai Jair Rodrigues (68), do irmão Jair Oliveira (33), e da cunhada Tania Khalill (30). "Ela é uma influência para todos nós que lidamos com música. Não é à toa que lota um estádio como esse", comentou Luciana. "Ela é uma bomba atômica", disparou Jair Rodrigues. Após apresentar clássicos como Vogue, Like a Prayer e La Isla Bonita, e novidades como Give it 2 Me, Madonna se despediu do público com imensas mensagens de game over. Sem o típico retorno ao palco, a Material Girl explicou antes do fim, que seu bis acontece quando ela atende um pedido do público durante a apresentação. Aliás, um dos momentos mais encantadores, já que os fãs sempre pedem grandes hits como Like a Virgin. "É impressionante, alguém na idade dela fazer um show com tanta vitalidade", encantou-se Carlos Casagrande (40), que curtiu a performance ao lado da mulher, Marcelly Anselmé (27). A passagem da estrela pelo Brasil também ficará marcada para sempre na memória de famosos como Vera Zimmerman (44), , Marília Gabriela (60), Caco Ciocler (36) e a amada, Mariana Previato (24). "Estou realizando um sonho", festejou Vera. Os fãs esperam que Madonna não leve mais 15 anos para voltar ao Brasil. Ela admitiu que foi um longo período longe dos palcos nacionais. "Vocês são a melhor audiência que já tive, não demorarei para voltar", exaltou a diva, que encerrou sua turnê na capital paulista. "Estou triste, mas feliz ao mesmo tempo, por terminar aqui", despedindo- se com frases como 'Eu te amo' e 'Obrigado', em português, para o delírio da platéia.