Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Atores falam sobre final de 'Cordel'

Bianca Bin, Cauã Reymond e Bruno Gagliasso dizem como a trama de Cordel Encantado mexeu com eles

Redação Publicado em 22/09/2011, às 13h57 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Cauã Reymond, Bianca Bin e Bruno Gagliasso em 'Cordel Encantado' - Divulgação/ Rede Globo
Cauã Reymond, Bianca Bin e Bruno Gagliasso em 'Cordel Encantado' - Divulgação/ Rede Globo

Os atores que formam o triângulo amoroso principal de Cordel Encantado falaram sobre os seus papeis na trama, que chega ao fim nesta sexta-feira, 23.

Cauã Reymond (31) disse que não foi fácil fazer seu primeiro mocinho na TV. “Foi difícil porque o mocinho não pode sair muito da linha, ele fica restrito a um espaço de caráter único, o que foi um grande desafio para mim. Trabalhei em pontos com os quais não estava acostumado”, avaliou o ator, acrescentando que o papel foi um grande presente. “É um momento especial da minha carreira.”

Para Bianca Bin (20), Cordel Encantado vai ficar marcada como uma boa memória. “A palavra comprometimento é boa para simbolizar o que eu aprendi. Foi um trabalho que exigiu muito de mim, que me dediquei por inteiro. Cordel faz parte da minha história, eu estou muito feliz e realizada”, afirma a atriz que fez a sofrida e determinada Açucena – ou princesa Aurora.

Bruno Gagliasso (29), o grande vilão da trama, disse que Timóteo já entre seus personagens prediletos de interpretar. “O Timóteo foi muito importante na minha vida, não só na minha carreira. Este personagem vai estar sempre no topo da minha vida”, disse o ator, que, emocionado, concluiu: “Foi o trabalho que mais mexeu comigo”.