Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Após noivado, Kelly Clarkson comenta fama de lésbica

Em recente entrevista, Kelly Clarkson falou sobre o noivado, relacionamentos, regime e da fama de lésbica, que tinha quando estava solteira

Redação Publicado em 06/01/2013, às 17h31 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Kelly Clarkson - Getty Images
Kelly Clarkson - Getty Images

Kelly Clarkson (30) ficou seis anos solteira até se apaixonar por Brandon Blackstock, com quem namorou por 11 meses e noivou no último 16 de dezembro. Mas enquanto estava sozinha, a cantora foi apontada como lésbica diversas vezes pela imprensa americana. Em recente entrevista, ela comentou que nunca se sentiu insultada, pelo contrário.

“As pessoas pensam ‘Oh, ela está solteira por muito tempo’. Isto é um insulto para a comunidade gay. Ser solteira não significa que você é gay. Mas eu nunca me senti ofendida por isso. Quero dizer, eu levei cantadas das mulheres mais gostosas. Meu Deus, se eu fosse lésbica, eu teria tanta sorte. Mas não é o meu tipo. Eu sempre lutei pelos garotos”, declarou.

A primeira vencedora do American Idol, que comemorou 10 anos de carreira em 2012, comparou a competição musical com a vida amorosa. “Normalmente os caras que chegam em mim são ferramentas. Há aqueles que não chegam em você e você quer saber: ‘Por quê você não me convidou para sair?’. É como um teste para o 'American Idol': aqueles mais confiantes são os horríveis, e aqueles que são bons não possuem confiança nenhuma”, disse.

Outro tema abordado por Kelly na entrevista foi o regime que a fez perder 8 kg. “Acho que isso acontece quando você se apaixona ou está namorando alguém. Se eu vou estar aprontando por aí, eu tenho que estar bem. Não fiz nenhuma dieta da moda.. Apenas reduzi minhas porções, parei de comer tarde da noite e me exercito mais do que costumava. E eu literalmente perdi 8 kg em um mês”, afirmou.