Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Após demissão, Cheryl se afasta da mídia

Cheryl Cole não atende ligações do excutivos do 'The X Factor' britânico, depois de ter sido demitida da versão americana do reality

Redação Publicado em 30/05/2011, às 10h02 - Atualizado às 10h04

Cheryl Cole, de Stéphane Rolland - REUTERS E BRAINPIX
Cheryl Cole, de Stéphane Rolland - REUTERS E BRAINPIX
Cheryl Cole ficou abalada com a decisão dos executivos da Fox que a tiraram da bancada de jurados do The X Factor USA, apenas duas semanas depois de começar o trabalho. A cantora, que é considerada a 'namoradinha' da Inglaterra, contava com essa oportunidade para se lançar nos Estados Unidos. Até a manhã desta segunda-feira, 30, nenhum comunicado oficial foi enviado à imprensa sobre a situação de Cheryl. Enquanto uns dizem que o motivo de sua demissão foi a falta de ' química' com a colega Paula Abdul, outros afirmam que pediram para cantora voltar a integrar o júri do programa na Inglaterra, que estaria em crise. Porém, Cheryl decidiu dar um tempo da mídia. Chateada com os últimos acontecimentos, ela não estaria atendendo telefonemas nem mesmo de Simon Cowell - responsável por sua contratação na versão americana do reality. "Cheryl admitiu que não está pensando direito agora e tudo está embaçado. Ela não parou de trabalhar por nove anos, desde que começou sua carreira no Girls Aloud. Ela agora quer aproveitar essa oportunidade para tirar uma pausa e decidir o que fazer com sua carreira", disse uma fonte à imprensa britânica. Nos Estados Unidos, Cheryl foi substiutída por Nicole Scherzinger , que tinha sido contratada apenas para apresentar o programa. Na Inglaterra, os diretores do The X Factor cansaram de ser esnobados por ela. "Ela não atende os telefonemas. E você não pode negociar com alguém que nem fala com você", explicou o informante.