Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Após cumprir serviço comunitário durante seis meses, Chris Brown deve voltar ao tribunal

Promotor põe em dúvida as horas de serviços comunitários cumpridas por Chris Brown

Redação Publicado em 17/09/2012, às 15h33 - Atualizado em 18/09/2012, às 04h32

Chris Brown - Getty Images
Chris Brown - Getty Images

O cantor norte-americano Chris Brown (23) terá que retornar ao tribunal para revisão de sua liberdade condicional e para dar esclarecimentos sobre como foi o andamento de seu desempenho em seus seis meses de serviços comunitários, incluindo remoção de pichações e limpeza de ruas, de acordo com o site internacional Star Advertiser.

O rapper recebeu a condenação por ter agredido fisicamente a estrela da música Rihanna (24), sua ex-namorada, em 2009. Porém, apesar de já ter completado seus serviços, um promotor levantou suspeitas da quantidade de horas comunitárias cumpridas por ele.

Além de ter ido parar na justiça com Rihanna, Chris Brown ainda responde um processo no valor de mais de cerca de 30 milhões de reais devido a uma briga em junho deste ano com o cantor e ator canadense Drake (25) em um bar da cidade de Nova York, Estados Unidos.