Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Glória Pires fala de suas realizações

A mulher, atriz, mãe e esposa Glória Pires fala sobre suas realizações pessoais e profissionais até hoje, com 46 anos de idade e 40 de carreira

<i>Por Fernanda Guarda Ribeiro</i> <br> <br> Publicado em 13/07/2010, às 12h36 - Atualizado em 27/07/2010, às 20h10

Glória Pires - Felipe Assumpção e Philippe Lima / AgNews
Glória Pires - Felipe Assumpção e Philippe Lima / AgNews
"Sou muito feliz com o que a vida tem me dado. Nem nos meus sonhos eu achei que poderia ter tanto", diz a atriz Glória Pires, que aos 46 anos, tem uma carreira sólida de sucesso, quatro filhos e um casamento feliz, de pouco mais de duas décadas. A beleza e a boa forma sempre acompanharam Glória e ela garante não ter medo de envelhecer. "Não me preocupo em envelhecer. Vou contra a corrente dos que acham que perdemos com a idade, pelo contrário, acho que só ganhamos". Com cerca de 40 obras em seu currículo, entre elas as novelas de sucesso Dancin' Days, Mulheres de Areia e Paraíso Tropical e os filmes Se Eu Fosse Você, Primo Basílio, Lula, O Filho do Brasil e O Quatrilho, Glória volta neste ano a morar no Brasil, depois de dois anos morando em Paris, na França, com seu marido, o músico Orlando Morais e os filhos mais novos, Antônia, Ana e Bento. Devido a um compromisso profissional de Orlando, ela não se importou em dar uma pausa na carreira televisiva e acompanhar o maridão. "Foi uma experiência ótima morar fora. Lá eu podia fazer coisas que aqui não dá, como buscar meus filhos na escola e voltar com eles de metrô". Glória está de volta para, além de lançar sua biografia, 40 Anos de Glória, trabalhar em mais uma novela das 9, da Globo, Lado a Lado, de Gilberto Braga, que estreia após o fim de Passione. "O diretor Denis Carvalho me ligou e disse que no fim do mês vai me entregar em mãos a sinopse", contou Glória, ansiosa. Não é difícil imaginar que, mesmo após 40 anos de carreira, ela ainda fica ansiosa para um novo personagem. "Esqueço do mundo quando estou atuando", ela conta. Desde os 4 anos de idade, Glória já trabalhava como atriz, mas ela garante que isso não atrapalhou em nada sua infância. "Quando eu comecei não tinha essa demanda de trabalho que tem hoje. Os personagens infantis não tinham tanto destaque". Mãezona, Glória diz que não tem segredo em saber conciliar trabalho, filhos e marido. "Toda mulher tem que saber lidar com isso. O diferencial de ser atriz, é que não tenho rotina". Mas ela assume que há, sim, momentos difíceis. "Às vezes é complicado com os filhos mesmo, acabo me sentindo culpada (por não estar presente em determinada situação), mas eles têm que compreender". E é por isso que Glória acha importante que os filhos saibam onde a mãe trabalha e o que ela faz. "Todos eles sempre me acompanharam". Sua filha mais velha, Cleo Pires, seguiu os passos da mãe e se tornou uma atriz superconhecida, trabalhando em filmes como Meu Nome Não é Johnny e em novelas como Caminho das Índias. Mas Glória não cria expectativas de que os caçulas também sejam artistas. "Sempre tem algo chato em toda profissão, né? Não crio expectativas do que eles vão ser. Eu só espero que eles sejam felizes no que eles escolherem".