Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Angelina Jolie revela que chorou nos braços de Brad Pitt após dirigir filme sobre a Guerra da Bósnia

Angelina Jolie contou ao jornal 'The Sun' que chorou nos braços do marido Brad Pitt após as filmagens do seu primeiro filme, 'In The Land Of Blood And Honey'. O longa trata a Guerra da Bósnia, na década de 1990

Redação Publicado em 01/02/2012, às 03h43 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Brad Pitt e Angelina Jolie - Getty Images
Brad Pitt e Angelina Jolie - Getty Images

Após dirigir o seu primeiro filme, In The Land Of Blood And Honey, Angelina Jolie (36) admitiu que ficou abalada emocionalmente com o horror da Guerra da Bósnia .

A atriz contou em entrevista ao jornal inglês The Sun que chorou e ficou exausta nos braços do marido Brad Pitt (48) depois de passar meses longe de sua casa para as filmagens.

Contrariando os rumores de que sua relação com Brad estava instável, ela disse: "Brad ficou ao meu lado em cada passo da viagem".

"Ele assumiu o controle das crianças enquanto eu estava fora filmando e sempre me deu forças dizendo para não duvidar de mim mesma. Pouco antes de começar a divulgação do filme, eu fui para casa e comecei a chorar nos braços de Brad porque todas as minhas dúvidas e medos de repente vieram à tona", confessou.

A guerra na antiga Iugoslávia durante a década de 1990 transtornou Angelina emocionalmente. O filme conta a história de amor entre o soldado bósnio Danijel e a muçulmana Ajla. O conflito faz com que fiquem em lados opostos, dificultando ainda mais o relacionamento. "Eu tinha 17 anos quando o conflito começou. Foi a guerra da minha geração e escrever o roteiro foi a minha maneira de aprender sobre a Guerra da Bósnia", explicou.