Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ângela Vieira: 'Falta do antigo produtor'

Ângela Vieira conta à CARAS Online que quer fazer mais teatro e personagens diferentes na televisão

<i>por Renan Botelho</i> Publicado em 04/05/2011, às 11h45 - Atualizado às 12h38

Ângela Vieira - Divulgação / TV Globo
Ângela Vieira - Divulgação / TV Globo
Com 33 anos de carreira e uma lista extensa de novelas e peças de teatro no currículo, Ângela Vieira acha que ainda tem muito para mostrar ao público. "Penso que para um artista sempre falta fazer alguma coisa e, no meu caso, muitas: muito teatro, mais cinema, e ainda quero fazer personagens diferentes do que venho fazendo na televisão", conta a atriz, em entrevista à CARAS Online. Apesar da vontade, Ângela enxerga alguns empecilhos para continuar trabalhando em ritmo acelerado - principalmente no teatro, onde ela questiona a atual dificuldade para se produzir uma peça. "Tenho saudade é da figura do antigo produtor, de quando a gente fazia teatro, com oito sessões por semana, sem ter obrigatoriamente que estar com 'o pires na mão'. Sem ter que estar atrás do possível patrocinador, tendo de entender dessas leis que podem facilitar a vinda das empresas como parceiros para que seja viável montar um espetáculo", diz. Para a atriz, sua profissão "continua sendo sublime e cruel" desde quando começou a carreira. Ângela lamenta a falta de atenção dada às atrizes mais maduras hoje em dia, mas não implica o espaço dos mais jovens. "O culto à juventude é um comportamento mundial. Mas, particularmente, acho que ainda temos bons papéis para mulheres maduras. No teatro, existem personagens fantásticas para essas mulheres de meia idade. É só conseguir o patrocínio", afirma Ângela, insistindo na falta de patrocínio para as produções teatrais. Ângela fez uma breve participação em Insensato Coração, da Globo, onde contracenou com Tarcísio Meira. A atriz, que está em turnê pelo país com a peça O Matador de Santas, aguarda por novos projetos e confessa a vontade de voltar a fazer um musical. "Quem sabe agora, que os musicais já são viáveis por aqui, eu não faça algum?", pergunta.