Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Hickmann: empreitadas de sucesso

Espelho de mulher moderna, ela se desdobra em múltiplas tarefas sem perder a disposição

Redação Publicado em 13/08/2011, às 08h15 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

No interior de São Paulo, a beldade se integra à natureza em bucólico haras. - Valério Trabanco
No interior de São Paulo, a beldade se integra à natureza em bucólico haras. - Valério Trabanco

Ela foi revelada nas passarelas com apenas 14 anos e não demorou muito para alcançar o posto de uma das modelos mais requisitadas no cenário fashion. Determinada e sempre disposta a aceitar desafios, Ana Hickmann (30) ampliou seus horizontes profissionais e hoje, com 15 anos de carreira, já se consagra como uma das grandes apresentadoras do País, à frente do dominical Tudo É Possível, da Record. A paixão pela moda, entretanto, nunca foi deixada de lado e é presença constante na vida da loira. “Acho que se fosse colocar meus trabalhos em uma balança, daria 50% para a TV, 50% para a moda. Durante esses 15 anos, muita coisa mudou. No início, tinha medo e insegurança, afinal, eu era muito jovem, mas hoje tenho uma forma diferente de lidar com tudo, sou mais madura e fazer aquilo que me faz feliz é a melhor retribuição. Cansa! Mas é gratificante”, conta ela, em sessão de fotos para campanha da linha Ana Hickmann Equus, no interior de SP.

Apaixonada por animais, assim como o amado, o empresário Alexandre Corrêa (37), Ana dividiu o set com cavalos, entre eles Robinho, da própria estrela. “É algo de família, pois desde meus bisavós já existe esse amor pelos cavalos e meu marido também adora”, comenta. “Tenho uma vida corrida, mas sempre que posso estou em contato com a natureza. Por isso construímos uma casa em Itu. Já quando estou em SP, cuido dos meus cachorros e das minhas plantas.”

– Já pensou em atuar em outras áreas como música e ficção?

– Bom, ser cantora nem pensar! O diretor musical da Record, Marco Camargo, fala que preciso fazer um curso de canto, mas acho que não sei cantar nem no chuveiro. Antes de ir para a televisão, no Tudo a Ver, em 2004, fiz um curso de atriz em Nova York e recebi um convite do Jayme Monjardim, mas acabei optando pelo convite do Paulo Henrique Amorim, para fazer a coluna de moda, na Record. Quando me tornei apresentadora, não sabia nada, mas fui aprendendo. Acho que só saberia como me sairia em um papel se o fizesse.

– O que faz nas folgas?

– Adoro ir ao cinema, mas na maior parte do tempo acabamos assistindo filmes em casa. Eu e Alexandre temos mais de 800 títulos e compramos nas viagens.

– Como é a Ana longe dos holofotes e das câmeras?

– A mesma pessoa. Sou exigente com quem trabalha comigo, pois acredito que isso é importante para o crescimento de todos. Também sempre me cobrei muito, mas hoje estou mais tranquila. Entretanto, em breve, as pessoas devem ver um lado da Ana mais chatinho.

– Como assim...

– Vamos estrear um reality no programa para eleger uma nova repórter. Serão dez meninas que farão provas de força, inteligência, resistência e atividades em geral. O detalhe é que será na minha casa em Itu! Foi uma ideia maluca que tivemos, mas é bem legal, tirando a bagunça que fica! Ali, vou encarar um personagem e o objetivo é dar chance para pessoas que não têm experiência na área.

– E como mantém a forma?

– Corro e tenho uma personal trainer que me acompanha nos exercícios; faço aulas de dança, alongamento e musculação, mas, confesso, só essa rotina maluca já ajuda a manter a forma!

– Considera-se realizada?

– Sou uma pessoa que realiza sonhos diariamente. Tenho uma pessoa maravilhosa ao meu lado, o Alexandre, e faço o que amo.