Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Amy Winehouse adorou se apresentar no Brasil, diz pai da cantora

Em entrevista ao 'Fantástico' desde domingo, Mitchell Winehouse, pai de Amy, contou ter recebido telefonema da filha quando a cantora estava no Brasil para apresentações em janeiro de 2011

Redação Publicado em 29/07/2012, às 22h17 - Atualizado às 23h45

Mitch e Amy Winehouse - Getty Images
Mitch e Amy Winehouse - Getty Images

Mitchell Winehouse, o pai de Amy Winehouse (1983-2011), falou ao Fantástico em entrevista que foi ao ar neste domingo, 29. Na última segunda-feira, 23, a morte da cantora completou um ano. "Amy se sentiu bem no Brasil. Ela me telefonou animada, e disse 'isso aqui é muito bonito'. Minha filha gostou mesmo dos shows no país", disse o pai da cantora, sobre as apresentações que Amy fez no Brasil em janeiro de 2011.

Na entrevista, Mitchell contou que estava nos Estados Unidos quando recebeu a notícia da perda da filha, com o telefonema de um segurança da cantora. O pai da afirmou que não teria ficado surpreso se ela tivesse morrido em 2007 ou 2008, quando estava no auge da dependência das drogas. "Ela estava limpa havia três anos. Seis semanas antes da morte, voltou a beber", revelou.

Recentemente, Mitchell lançou um livro com as memórias que guarda da filha, para que fãs conheçam melhor como era a musa de Rehab. "Ela foi uma garota amigável, adorável e generosa", contou o pai de Amy, que também afirmou que a cantora nunca se sentiu segura diante de plateias.