Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Pato oferece pensão de R$ 5.000 a Sthefany

Após anúncio do fim do casamento, o jogador Alexandre Pato já entrou com pedido de divórcio na Justiça e quer pagar pensão de R$ 5.000 para a ex, a atriz Sthefany Brito

Redação Publicado em 01/07/2010, às 11h56 - Atualizado às 16h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pato em SP e Sthefany no Rio - André Freitas e Orlando Oliveira/AgNews
Pato em SP e Sthefany no Rio - André Freitas e Orlando Oliveira/AgNews
O conto de fadas entre a atriz Sthefany Brito e o jogador Alexandre Pato realmente acabou sem final feliz. Com o término do casamento, anunciado há dois meses, Pato entrou com um processo pedindo oficialmente o divórcio e ofereceu uma pensão de R$ 5.000 para a ex-mulher. No Milan, time do qual é contratado, Pato recebe aproximadamente R$ 653 mil por mês. Os dois moravam juntos em um apartamento em Milão, na Itália, e nas últimas semanas apareceram de volta ao Brasil, separados. Quando ocorreu a confirmação do rompimento, Sthefany permaneceu na cidade italiana. Sthefany, que mudou o visual assim que chegou ao Brasil, onde entrou disfarçada com uma peruca preta, está atualmente no Rio de Janeiro. Veio para um compromisso profissional e aproveita para curtir férias e rever os amigos. Pessoas que trabalham com Sthefany confirmam que ela não está no Brasil em definitivo e que pretende voltar para a Itália. Já Pato, visto na capital fluminense na segunda-feira, 28, na Churrascaria Porcão, também na companhia de amigos, viu o jogo do Brasil contra o Chile. Antes, ele passou por São Paulo e esteve na África do Sul acompanhando de perto os jogos da seleção brasileira. O jogador também emendou um trabalho com marca esportiva em Johannesburgo. Procurado pelo Portal CARAS, o advogado da atriz, Ricardo Brajterman, informa que não vai se antecipar ao processo judicial para dizer se Sthefany aceitará ou não o valor sugerido. Pato também não quis se manifestar.