Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Alexandre Nero: 'Tudo tem dado muito certo'

Redação Publicado em 29/07/2009, às 13h08 - Atualizado às 13h09

Alexandre Nero toma um cafezinho - Julio Cesar Souza
Alexandre Nero toma um cafezinho - Julio Cesar Souza
O jeito urbano e intimista do curitibano Alexandre Nero nada tem a ver com os dois personagens que estrelou recentemente na TV e que lhe trouxe fama nacional. O primeiro, na trama da Rede Globo A Favorita, em que ficou conhecido como "o verdureiro" e o segundo, agora em Paraíso, da mesma emissora, em que interpreta o peão Terêncio. "Me defino como um cara contemporâneo. Apesar de muito gratificantes, esses dois últimos papéis foram muito difíceis pela total falta de identidade entre mim e os personagens", avaliou ele em uma descontraída conversa com o Portal CARAS em Curitiba, sua terra natal, onde esteve para descansar das gravações. Na ponte aérea entre o Rio de Janeiro e Curitiba, Alexandre tem se adaptado à nova rotina. "Sempre tive uma vida muito agitada e ligada à música e ao teatro. O que estranho apenas é o fato de ter duas casas. Às vezes quero uma coisa e não acho", explicou ele. Descoberto pela Rede Globo durante as apresentações do Festival de Teatro de Curitiba onde estrelava a peça Os Leões, Alexandre já fazia sucesso na cidade com suas bandas, Denorex 80 e Maquinaíma. "As coisas têm dado muito certo para mim. Tudo tem acontecido naturalmente e estou com muitas expectativas de que novos trabalhos aconteçam", contou ele, que segue, na medida do possível, subindo ao palco para acompanhar seus colegas de música. Casado com a também atriz curitibana Fabiula Nascimento, que recentemente esteve no ar na mesma emissora em episódios de Força Tarefa, como a enfermeira Jaqueline, Alexandre diz estar de bem com a vida no Rio de Janeiro. "Sinto muita falta de Curitiba, mas cada cidade tem seu jeito. Dos amigos também sinto muitas saudades, mas já montamos no Rio uma associação de atores curitibanos" , diverte-se ele, que cita entre outros nomes, o da atriz Marjorie Estiano como uma "sócia" do clube. Sobre a fama, Alexandre é tranquilo. "Não sou uma celebridade, vivo esse momento. Agradeço o reconhecimento que recebo pelo meu trabalho. Só não curto muito aquele tipo de tietagem enlouquecida, em que as pessoas esquecem que você é também uma pessoa e o tratam como um ponto turístico", comentou.