Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS

Adultos e crianças se comovem com peça de Mauricio de Sousa

Em parceria com o herdeiro Mauro, Mauricio de Sousa estreia peça com tema natalino e divulga a solidariedade e a doação de brinquedos

Redação Publicado em 29/11/2011, às 14h27 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Os personagens de Fábrica de Brinquedos do Papai Noel em cena - Paulo Mumia
Os personagens de Fábrica de Brinquedos do Papai Noel em cena - Paulo Mumia

Criador da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa (76) estabeleceu uma parceria com seu filho Mauro de Sousa (24) para encenar a peça infantil Fábrica de Brinquedos do Papai Noel, que estreou no Rio. O cartunista escreveu o texto, que teve a direção do rapaz. “Divulgamos uma mensagem às crianças, elas podem reciclar brinquedos ou doá-los para um coleguinha. É um incentivo à coletividade”, explicou Mauricio. Pais famosos levaram seus filhos ao espetáculo, como os atores Cláudia Mauro (42) e Paulo César Grande (53), com os gêmeos, Pedro e Carolina (1 ano e 1 mês). Em cena, personagens clássicos do cartunista, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão, viviam aventuras às vésperas do Natal. “É a primeira vez que eles vêm ao teatro. Carol adorou os bonecos, mostrou-se encantada. E Pedrinho, mesmo com sono, ficou concentrado, viu tudo atentamente. Até quando o Paulo precisou sair da plateia, e ele é muito agarrado ao pai, manteve-se fascinado e com o olhar fixo no palco. Tenho certeza de que foi um superprograma para os dois”, afirmou Cláudia.

Demonstrando a mesma animação do filho, Davi (4), o cantor Leo Jaime (51) declarou-se fã do trabalho de Mauricio. “Fiquei muito feliz em conhecê-lo. Sempre tive o sonho de conversar com o pai da Mônica! Adoro a turminha e deixei essa herança para o Davi. Ele já tem uma coleção de bonequinhos e gibis dos personagens. Ultimamente, vem descobrindo o teatro. Realmente adora”, contou Leo, na companhia da mulher, Daniela (32).

A atriz Carla Marins (43) ressaltou a importância da mensagem  de paz e generosidade. “O espetáculo é muito responsável no sentido de educar e passar valores positivos. Fala sobre ser solidário e ajudar ao próximo. Fiquei com lágrimas nos olhos quando encontrei Mauricio. Aprendi a ler com os gibis dele. Hoje, pretendo fazer o mesmo com meu filho, Leon, explicou, apoiada pelo marido, Hugo Baltazar (32). As atrizes Cláudia Abreu (41) e Claudia Lira (42) também levaram seus herdeiros, Felipa (4) e José Joaquim (1 ano e 3 meses), e Valentina (5), respectivamente.