Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Adriane Galisteu ganha adesão de peso em sua nobre cruzada

Com o apoio dos amigos e inspirada pela saudade de Roberto, o único irmão, musa arrecada fundos para luta contra a AIDS

Redação Publicado em 15/12/2009, às 18h31 - Atualizado às 18h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Na balada em clima de cabaré moderno no Buddha Bar, em São Paulo, Adriane festeja cheque de 50000 reais entregue pelos sócios da casa em prol da campanha. - SAMUEL CHAVES/S4 PHOTOPRESS
Na balada em clima de cabaré moderno no Buddha Bar, em São Paulo, Adriane festeja cheque de 50000 reais entregue pelos sócios da casa em prol da campanha. - SAMUEL CHAVES/S4 PHOTOPRESS
Para celebrar os dois anos do Buddha Bar e o lançamento da campanha A Cara da Vida, cujo objetivo é arrecadar 500000 reais em benefício de pacientes de Aids do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, de São Paulo, a musa Adriane Galisteu (36), com o amado, o empresário de moda Alexandre Iódice (38), reuniu amigos em noite engajada na capital paulistana. "Eu me envolvi nesse projeto com o corpo e o coração, já que senti na pele o drama dessa doença quando perdi o meu único irmão, Roberto, em 1996, vítima do HIV, aos 28 anos. Demorei para fazer algo pois não queria integrar a equipe de uma ONG, queria criar algo meu. Consegui e estou muito feliz", disse a apresentadora do Toda Sexta, da Band, explicando o que a motivou a conduzir o projeto, que visa reduzir o quadro estatístico do HIV no país. "As pessoas precisam ser constantemente lembradas de como evitar o contágio; o vírus segue matando. Minha luta é também pela conscientização e contra todo e qualquer tipo de preconceito", afirmou. Para ajudar Adriane, os 14 sócios do Buddha Bar, entre eles Felipe Scarpa (35) e Rubens Zogbi (29), adquiriram 1000 camisetas da campanha, a 49,90 reais cada, e fizeram da peça brinde de luxo a quem comprasse convite para a festa embalada pela dupla curitibana de DJs Hands UP, Ber Bush e Gutto Serta, e pelos DJs e xarás de sobrenome Hector Romero, americano, e Marcelo Romero, brasileiro. Até o fim da noite, que reuniu beldades como as empresárias de moda Mariana Weickert (27), Joanna Trabulsi (28) e Astrid Monteiro de Carvalho (33) e a cantora Alinne Rosa (27), da banda Cheiro de Amor, foi anunciado que a campanha, iniciada cinco dias antes, havia arrecadado 150000 reais, sendo 50000 graças à balada do bem. "Ajudar Dri é sempre um prazer, ainda mais se motivada por uma passagem tão sofrida de sua vida e por uma causa mais que nobre. É preciso levantar essa bandeira e evitar que mais gente fique doente", disse Lucilia Diniz (53), da Goodlight e Grupo Pão de Açúcar, com a filha Manoella Diniz (30), Latino(36) e sua Mirella Santos (26) e Fábio Arruda (39), que não poupou elogios à amiga. "Conseguir esse dinheiro é só um primeiro momento. Dri vai 'levantar' amor e compaixão", opinou ele, apoiado pelo casal Renata Maranhão (35), e Paulo Greca (44).

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!