Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A trilha de Jonathan Haagensen e Cíntia Rosa

Namorados realçam a sua cumplicidade na busca do sucesso pessoal e profissional

Redação Publicado em 28/09/2010, às 11h29 - Atualizado em 07/06/2012, às 23h25

Na Villa de CARAS, o casal, que se conheceu no grupo teatral da comunidade do Vidigal, mostra a sintonia que os une há quatro anos. - CADU PILOTTO E LIANE NEVES
Na Villa de CARAS, o casal, que se conheceu no grupo teatral da comunidade do Vidigal, mostra a sintonia que os une há quatro anos. - CADU PILOTTO E LIANE NEVES
Na relação de quatro anos dos atores Jonathan Haagensen (27) e Cíntia Rosa (30) não há espaço para o egocentrismo. Os dois, que se conheceram no grupo teatral Nós do Morro, da comunidade do Vidigal, Rio, trilham lado a lado o caminho do sucesso pessoal e profissional. "Temos a mesma filosofia de vida, a mesma história... Literalmente, carregamos juntos a pedra para montarmos a casinha", ressalta Cíntia, na Villa de CARAS, em Gramado. "Torcemos um pelo crescimento do outro. Não tem disputas", afirma Jonathan. Além da sintonia na vida, eles celebram a carreira. Com 12 anos de profissão, Jonathan está feliz com a vitória de Bróder como o Melhor Filme do Festival de Gramado. O ator dá vida ao jogador de futebol Jaiminho, um dos protagonistas do longa de Jeferson De (40), com estreia em novembro. "Fala da relação de amor entre três amigos que não sabem se admirar, pela vida difícil deles. E passa a mensagem da necessidade do afeto, dos valores familiares", conta ele. O ator confessa que aprendeu com o tempo a ser mais carinhoso. "Vivo uma fase de muito amor para dar, para a minha mãe, minha namorada, amigos. Quando a gente é adolescente, se rebela, tem vergonha. Hoje sei a importância de dizer eu te amo", revela ele. Cíntia também destaca o momento especial. Ela atua nos longas Bróder, 5 x Favela e Suprema Felicidade. E comemora a primeira protagonista na TV, no episódio A Internauta da Mangueira do seriado As Cariocas, no ar em outubro. "Faço teatro desde os 9 anos, ralei muito. Me sinto no ápice!", diz. Cíntia aponta ainda o que admira no amado. "Ele é encantador. Tem personalidade forte. Eu também. Mas lido bem, sei domar o leão (risos)", brinca.