Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

A emoção de Eliezer Batista

O engenheiro do Brasil em nova première

Redação Publicado em 07/12/2009, às 15h04 - Atualizado às 15h12

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Com a mulher, Inguelore, o empresário vibra com o documentário que refaz sua trajetória. - GEORGE MAGARAIA/IMAGENS MAGASAC
Com a mulher, Inguelore, o empresário vibra com o documentário que refaz sua trajetória. - GEORGE MAGARAIA/IMAGENS MAGASAC
Aos 85 anos de idade, o empresário Eliezer Batista tem mostrado disposição de sobra na maratona de lançamento do documentário O Engenheiro do Brasil, sobre sua trajetória como empreendedor. Após ganhar exibição festiva na prefeitura carioca, o ex-ministro das Minas e Energia e ex-presidente da Companhia Vale do Rio Doce prestigiou a première no Unibanco Arteplex, Rio, na companhia da mulher, a professora Inguelore Scheunemann (58). "O Carlos Pousa (produtor do filme) já tinha escrito um livro sobre mim. E me convenceu que eu também valeria um filme (risos). Acreditei nas suas palavras e fiquei satisfeito com o resultado", disse ele, pai de sete filhos, entre eles o presidente do grupo EBX, Eike Batista (52). Entre os convidados, a estilista Regina Lundgren (47), a arquiteta Virgínia Fetter (52) e a socialite Narcisa Tamborindeguy (46). "A história é comovente", constatou Narcisa. Quem também se emocionou foi Cláudia Faissol (38). "É lindo ver uma pessoa construir o impossível, com força e determinação", disse ela, que capta recursos para o lançamento de Bossa Brasil, documentário em que faz uma homenagem ao cantor João Gilberto (79), pai de sua filha, Luísa (5).