Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Moda: Ready to Wear Fall 2010: Balmain

Adeus ouro velho, feliz ouro novo!

por Bia Paes de Barros Publicado em 28/06/2010, às 20h58 - Atualizado às 21h04

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Formas ajustadas e ombros em evidência para ouro da cabeça aos pés. - MARCIO MADEIRA
Formas ajustadas e ombros em evidência para ouro da cabeça aos pés. - MARCIO MADEIRA
Entra estação, sai estação e Christophe Decarnin continua sendo um dos estilistas mais representativos quando o assunto é sensualidade. Pelo visto, esta característica vem dando a uma das marcas mais tradicionais do mundinho fashion a personalidade jovem e atual desejada por muitas. Nesta coleção, trabalha alguns pontos quase repetitivos, como a história dos ombros estruturados, mas ao mesmo tempo canaliza sua criatividade exuberante para peças que valorizam a silhueta feminina como poucos. Inspirado por um mix de rock-n'-roll e Luis XV, o resultado não poderia fugir do ouro, muito ouro! A base para todo este glamour vem da alfaiataria impecável tanto nas calças com pernas bem ajustadas e barras levemente abertas, como nos casacos acinturados, certíssimos no corpo. Para Decarnin, o termo minimalismo passa longe desta mulher que não quer passar despercebida. Brocados, paetês e lamês se encarregam dos exageros (muito bem trabalhados, por sinal), ao lado de fendas e decotes profundos. Afinal, o que seria de um desfile destes sem seus vestidos? Eles são curtinhos de manga longa ou no melhor estilo assimétrico, com saias irregulares. A festa da Balmain pede muito mais que pernocas de fora. Peles coloridas - mais especificamente púrpura - e camisas de seda entram em cena para quebrar a monotonia dos looks noite de inverno. Se a vontade é de um pretinho básico, o terno com jeitão de smoking ganha fios dourados para um brilho discreto de efeito único. Não poderiam faltar também para esta femme fatale estampas de bicho, transparências, couro e um par de calças skinny. A tônica do exagero faz parte do show, e o que podemos trazer disso para a vida real são as boas possibilidades de transformarmos elementos tradicionais do guarda-roupa em arrebatadoras produções para festa. Basta a ousadia de usá-las sem preconceito, mas com muita atitude.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!