Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Citações

Redação Publicado em 30/11/2009, às 15h31

"Só o impossível é digno de ser sonhado. O possível deixa-se colher no solo fácil de cada dia." Abgar Renault (1901-1995), educador, político e poeta mineiro. "Dizem que finjo ou minto/ Tudo que escrevo. Não./ Eu simplesmente sinto/ Com a imaginação/ Não uso o coração." Fernando Pessoa (1888-1935), poeta e ensaísta português. "Sempre se quer dos outros aquilo que não podem dar, e eles reciprocam, cobrando também de nós o intangível." Paulo Francis (1930-1997), jornalista e escritor carioca. "Os outros, ah! Somos nós." Georges Bernanos (1888-1948), escritor francês. "O que a gente diz está no script, mas a direção aceita cacos." Otto Lara Resende (1922-1992), escritor mineiro. "A vida é demasiado pobre para não ser também imortal." Jorge Luis Borges (1899-1986), escritor argentino. "Há sempre, afastada das outras, uma nuvenzinha preguiçosa que ficou sesteando no azul." Mário Quintana (1906-1994), poeta e cronista gaúcho. "O sofrimento é repartido ao longo da vida e separado por blocos de esquecimento." Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), poeta mineiro. "Um homem a quem ninguém agrada é bem mais infeliz do que um que não agrada ninguém." François Poitou, duque de La Rochefoucauld (1613-1680), crítico francês. "Em geral gostamos de causar boas impressões. E fabricamos as impressões que gostaríamos de causar. Antônio Maria (1921-1964), cronista pernambucano. "A vaidade é um importante condimento da felicidade humana." Mariano da Fonseca, marquês de Maricá (1773-1848), político carioca. "É função da mocidade ser sensível às novas ideias como instrumentos rápidos para dominar o meio; e é função da idade madura opor-se a essas ideias; isso faz com que as inovações fiquem em experiência por algum tempo." Will Durant (1885-1981), historiador e escritor americano. "Todas as coisas que hoje se crêem antiquíssimas já foram novas." Tácito (cerca de 56-120), orador e historiador romano. "Honra o passado/ mas acolhe o futuro." e e cummings (1894-1962), poeta americano. "Nada é tão duradouro quanto a mudança." Karl Ludwig Börne (1786-1837), escritor alemão. "Eu sou eu e minhas circunstâncias." José Ortega y Gasset (1883- 1955), filósofo espanhol. "Vou, bruxa que sou. E me transmuto." Clarice Lispector (1920-1977), escritora brasileira nascida na Ucrânia. "Quem não vê diferença entre corpo e alma carece de ambos." Oscar Wilde (1854-1900), escritor, poeta e dramaturgo irlandês, autor de Salomé. "Há algumas coisas que um homem teme revelar até para si mesmo, e qualquer homem respeitável acumula um número bem considerável de tais coisas." Fiodor Dostoievski (1821-1881), escritor russo. "Como acredita o homem, em sua juventude, estar tão perto de seu objetivo! É a mais bela de todas as ilusões com a qual a natureza ampara a fraqueza do nosso ser." Friedrich Hölderlin (1770-1843), poeta lírico e romancista alemão, autor de Hipérion, entre outras obras. "Quando mais poético, mais verdadeiro." Novalis, pseudônimo de Friedrich Leopold (1772-1801), poeta alemão.