Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CITAÇÕES

Redação Publicado em 24/08/2009, às 13h34 - Atualizado às 13h51

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
"Nenhum vício se pode combater pelos malefícios que traz, mas sim por não ser aceitável para a opinião que dele têm os outros. Se queres combater o tabaco, não digas que faz mal. Diz apenas que parece mal." Vergílio António Ferreira (1916-1996), escritor português. "Parar de fumar é a coisa mais fácil do mundo. Sei muito bem do que se trata, já o fiz 50 vezes." Mark Twain (1835-1910), escritor americano. "O excesso de decretos e de interditos prejudica a autoridade da lei: onde existem poucas proibições, estas são obedecidas; onde a cada passo se tropeça em coisas proibidas, sente-se rapidamente a tentação de as infringir." Sigmund Freud (1856-1939), neurologista austríaco. "Não há lei que se adapte igualmente bem a todos." Tito Lívio (64/59 a.C.-17), historiador romano. "Todos somos doidos, mas ninguém tem direito de impor sua loucura à sociedade." Georg Büchner (1813-1837), dramaturgo alemão. "Um homem não pode ser mais homem do que os outros, pois a liberdade é infinita em todos." Jean-Paul Sartre (1905-980), filósofo e escritor francês. "O nosso espírito tem uma irresistível tendência para considerar como mais clara a ideia que mais frequentemente lhe serve." Henri Bergson (1854-1891), filósofo e diplomata francês. "O maior erro que um homem pode cometer é sacrificar a própria saúde por qualquer outra vantagem." Arthur Schopenhauer (1788-1860), filósofo alemão, autor de A Arte de se Fazer Respeitar, entre outras obras. "Uma vez declarada a guerra, é impossível deter os poetas. A rima ainda é o melhor tambor." Jean Giraudoux (1882-1944), dramaturgo e ensaísta francês. "Há pessoas que acolhem tão bem suas tristezas... Desvelam-se tanto por elas... Viciam-se de tal maneira nelas que, se passassem um dia menos tristes, descobririam o tédio. Não deixa de ser uma forma de felicidade." Antônio Maria (1921-1964), cronista e compositor pernambucano. "Sempre existirão flores para aqueles que quiserem vê-las." Henri Matisse (1869-1954), pintor e escultor fauvista francês. "Cultivar um jardim é caminhar com Deus." Christian Nevell Bovee (1820-1904), escritor americano. "Nas cidades todas as pessoas se parecem." Manuel Bandeira (1886-1968), poeta pernambucano. "O burguês leva uma vida vazia." João Guimarães Rosa (1908-1967), escritor mineiro, autor de Grande Sertão: Veredas. "Não sou um homem difícil em matéria de convites." Vinicius de Moraes (1913-1980), poeta carioca. "Comer é um prazer de todos os tempos, de todas as idades e de todas as condições." Jean-Anthelm e Brillat Savarin (1755-1826), político e gastrônomo francês, autor de A Fisiologia do Gosto. "Reflita sobre os pecados que não cometeu e que gostaria de ter cometido. Isso poderá eventualmente curá-lo dos seus sentimentos de culpa. Carl Jung (1875-1961), psicólogo e psicanalista suíço. "O remorso é no moral o que a dor é no físico: advertência de desordens que se devem reparar." Mariano da Fonseca, marquês de Maricá (1773-1848), político carioca. "Só vivem as coisas que carregamos em nós. Tudo mais é vaidade, não passa de literatura, de que nada justifica a existência." Franz Kafka (1884-1924), escritor tcheco, no livro Conversas com Kafka, de Gustav Janouch (Novo Século).