Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

CITAÇÕES

Redação Publicado em 21/07/2009, às 13h57

"Sinto meu avô materno em meus cabelos, sinto-o em certos meus movimentos de cordura." Manuel Bandeira (1886-1968), poeta pernambucano. "Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão aqui para sempre." George Carlin (1937-2008), comediante americano. "O homem, criatura que constrói história, não pode repetir seu passado nem deixá-lo para trás." W. H. Auden (1907-1973), poeta americano nascido na Inglaterra. "Que as coisas não deixem de acontecer dentro de mim, mesmo quando quase tudo me for negado no mundo em volta." Antônio Maria (1921-1964), cronista e compositor pernambucano. "Sentimental, meu caro, é o homem que vê um valor absurdo em tudo e não conhece o valor de mercado de coisa alguma." Oscar Wilde (1854-1900), dramaturgo irlandês. "Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." João Guimarães Rosa (1908-1967), escritor mineiro. "Eu sempre achei que toda confissão não transfigurada pela arte é indecente. Minha vida está nos meus poemas, meus poemas são eu mesmo, nunca escrevi uma vírgula que não fosse uma confissão." Mário Quintana (1906-1994), poeta gaúcho. "Os fatos não são a verdade, mas apenas indicam onde pode estar a verdade." Mary Bancroft (1904-1997), jornalista e espiã americana, citada em O Livro das Vidas - Obtuários do New York Times (Companhia das Letras). "Uma lagarta que buscasse conhecer a si própria jamais se transformaria numa borboleta. André Gide (1869-1951), escritor e crítico francês, no livro " Os Pensamentos São mais Poderosos que os Exércitos, organizado por Samuel Lago (Nossa Cultura). "O mundo é uma gaiola de loucos." Tommaso Campanella (1568-1639), filósofo italiano. "A loucura nos homens é tão versátil e variada que os prudentes em seus cálculos não podem compreender todas as suas espécies e variedades." Mariano da Fonseca, o marquês de Maricá (1773-1848), político carioca. "Peço desculpas, mas fui um menino normal." Otto Lara Resende (1922-1992), escritor e jornalista mineiro. "O ser humano sabe que existem na alma colorações mais desconcertantes, mais inumeráveis e mais desconhecidas que as cores de uma floresta outonal." Gilbert Keith Chesterton (1874-1936), escritor e ensaísta inglês. "Vejo muitas consolações para os infelizes; para os felizes, nunca as encontrei." Joaquim Nabuco (1849-1910), político e diplomata pernambucano. "Vocês botam amargura em tudo. Pois botem açúcar!" Dercy Gonçalves (1907-2008), atriz fluminense. "O inocente e o belo não têm inimigos, a não ser o tempo." William Butler Yeats (1865-1939), poeta irlandês. "É uma grande pena que não se possa/ estar ao mesmo tempo em dois lugares!" Cecília Meireles (1901-1964), poeta carioca. "O material do poeta é a vida." Vinicius de Moraes (1913-1980), poeta e compositor carioca "Uma pessoa nunca deve felicitar-se pelo dia que passou antes de estar debaixo dos cobertores." August Strindberg (1849-1912), dramaturgo sueco. "A felicidade é, antes de tudo, o sentimento tranquilo, contente e seguro da inocência." Henrik Ibsen (1828-1906), dramaturgo norueguês.