Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Citações

Redação Publicado em 15/03/2007, às 11h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
A capacidade de fazer amigos é, de longe, a mais eminente entre todas aquelas que contribuem para a sabedoria da felicidade. Epicuro (341 ou 342-270 a.C.), filósofo grego. Não há nada mais profundo,/ mais belo e comovedor,/ nem maior poder no mundo/ que um simples gesto de amor. Eno Teodoro Wanke (1929-2001), engenheiro e poeta paranaense. Nada é eterno, exceto, nos homens corajosos, o gosto da liberdade. Armand Salacrou (1899-1989), dramaturgo francês. Só se notam os ausentes quando o momento é desagradável. Luis Felipe Angell, o Sofocleto (1926-2004), humorista peruano. Quem compra e mente, em seu bolso sente. Miguel de Cervantes (1547-1616), escritor espanhol. O poeta é um mundo encerrado num homem. Victor Hugo (1802-1885), escritor francês. Senhor, já é tempo; foi tãolongo o verão/ Estende as Tuas sombras sobre as horas solares/ E solta os ventos sobre os campos/ Ordena aos últimos frutos que se completem. Rainer Maria Rilke (1875-1926), poeta tcheco, no poema Dia de Outono, estação que se inicia em 20 de março. O verdadeiro amor é excepcional, dois ou três em cada século, mais ou menos. No resto do tempo, há a vaidade ou o tédio. O verdadeiro amor é excepcional, dois ou três em cada século, mais ou menos. No resto do tempo, há a vaidade ou o tédio. Há ministros que não pedem nada ao governo. Nem demissão. Otto Lara Resende (1922-1993), escritor mineiro, na caixa Arquivinhos â¬" Otto Lara Resende, de Humberto Werneck e Benício Medeiros (Editora Bem-Te-Vi). Os soberbos são ingratos; consideram os benefícios como tributos que se lhes devem. Mariano da Fonseca, marquês de Maricá (1773-1848), político carioca. Quando nós adotamos cegamente uma religião, um sistema político, um dogma literário, nós nos tornamos autômatos, paramos de crescer. Anaïs Nin (1914-1977), escritora norte-americana. Você sabia que a cada duas horas as nações deste mundo gastam em armamentos tanto quanto gastam com suas crianças a cada dia? Peter Ustinov (1921-2004), ator inglês. O escravo tem um amo só; o ambicioso tem tantos quantos são úteis à sua fortuna. Jean de La Bruyère (1645-1696), escritor francês. Não se pode ser justo se não se é humano. Marquês de Vauvenargues (1715-1747), ensaísta francês. A lucidez me leva às raias da loucura. Elis Regina (1945-1982), cantora gaúcha. Raramente se nega a paz aos pacíficos. Friedrich von Schiller (1759-1805), dramaturgo e poeta alemão. As mulheres são as primeiras educadoras do gênero humano. Theodor von Hippel (1741-1796), escritor alemão. Ou os homens aprendem a viver como irmãos ou sucumbirão como bestas. Max Lerner (1902-1992), pedagogo e jornalista norte-americano nascido na Rússia. A quem o sofrimento pessoal é poupado, deve sentir-se chamado a diminuir o sofrimento dos outros. Albert Schweitzer (1875-1965), médico alsaciano, Nobel da Paz em 1952. Se dou comida aos pobres, chamam-me de santo; se pergunto por que pobres não têm comida, chamam-me de comunista. Dom Helder Câmara (1909-1999), religioso cearense, arcebispo emérito do Recife e Olinda (PE). Aquele que não pode perdoar destrói a ponte sobre a qual ele mesmo deve passar. George Herbert (1593-1633), poeta inglês.