MúSICA

No 'Mais Você', mãe de Mc Kevin desabafa sobre a morte do filho: ''Estou esperando uma explicação''

Valquíria Nascimento, a mãe de MC Kevin, participou do programa Mais Você na manhã desta quarta-feira, 19.

Bastante abalada, ela desabafou sobre a morte do filho, que faleceu aos 23 anos de idade após cair da sacada do quinto andar de um hotel luxuoso no Rio de Janeiro.

"Eu estou sem forças pra muita coisa. Parece que saiu um pedaço de mim. Eu e o Kevin tínhamos uma relação muito intensa sempre. Estou sem chão sem ele. Não sei explicar o que eu estou sentindo", começou.

Val também falou sobre a mudança brusca na realidade de vida do funkeiro"O Kevin sempre foi um menino muito intenso. Ele tinha hiperatividade. A gente passou muita dificuldade. A gente não tinha nada. Depois tem tudo. É muito difícil lidar com fama, dinheiro, com a vida que eles tinham e tem. Sempre falei que ele precisava passar por um psicólogo pra ajudar. Ele dizia que a psicóloga dele era eu", disse ela também falando sobre outros artistas.

" A gente não sabe as amizades que anda quando o filho está na rua. O filho nunca fala tudo o que faz. A minha preocupação é droga e bebida. A infância dele foi muito difícil nesse negócio de droga. Nunca quis ele envolvido com isso. É a realidade do jovem da periferia. Eu sempre falei: 'filho, respira pra viver'. Em dois meses ele foi pra Dubai, foi pro México... Nos últimos dias, ele não dormia porque queria viver tudo intensamente. Eu falava 'você tá querendo viver na velocidade da luz e a luz apaga'. E hoje ele não está comigo mais", disparou.

A mãe do cantor disse também não entender o acidente: "O que aconteceu eu ainda não sei. Não entendi nada. Estou esperando uma explicação. Quero saber realmente o que aconteceu porque eu também não sei. A última vez que o Kevin me mandou mensagem foi 5h27 dizendo 'te amo, mãe'. Seis e pouca eu recebi a notícia que ele tinha caído do apartamento".

Valquíria ainda comentou sobre as homenagens que o filho vem recebendo. "Quem conheceu ele como pessoa, não conseguia não demonstrar esse carinho. Ele dizia: 'eu vou fazer história. Nem que seja no dia em que eu morrer'. Ontem eu passei o dia vendo as coisas que sempre foi nossos sonhos fazer com ele em vida e ele foi embora, mas ele realmente fez história. Eu tenho orgulho de ter sido mãe do Kevin e tenho certeza que ele foi embora com orgulho da mãe que ele teve. Não esperava ter essa repercussão mundial do que aconteceu com ele. Não esperava que meu filho fosse embora... Vinte e três anos, né? Não viveu nada...", desabafou.

"Kevin era muito intenso. Acordava brigando, falava com todo mundo, ficava rindo. Não gostava de ver ninguém triste", relembrou. Em outro momento fez um alerta aos jovens: "Ele sempre foi um menino família. Quero que esses meninos aprendam, eles precisam escutar a mãe, o pai...Se ele tivesse escutado, 'vai, faz o show e volta', talvez ele estivesse aqui".