Relembre os maiores escândalos da Família Real britânica


Renúncia, infidelidade e racismo: mesmo sendo um
modelo para a sociedade britânica, a Família Real
já se envolveu em algumas polêmicas; Relembre

Rei Edward VIII


Renunciou o trono em 1936 para se casar com
Wallis Simpson, uma plebeia americana, duas
vezes divorciada.


Princesa Margareth

- Michael Jordan

A irmã da Rainha Elizabeth II estremeu as tradições após ser impedida de se casar com o seu grande amor. Após ser forçada a desistir, ela se casou com o fotógrafo, Antony Armstrong-Jones


Casamentos instáveis

- Michael Jordan

A Rainha se encontrou em um tremendo problema por conta das separações entre Charles e Diana, Andrew e Sarah Ferguson, e Anne e Mark Phillips


Um dos momentos mais marcantes da história foi
a morte trágica de Diana em 1997. Por mais que
tenha ocorrido após a reparação dela com Príncipe
Charles, a Família Real foi muito criticada pela
falta de compaixão com o caso.

Morte de Diana


A relação de amizade entre o filho da Rainha e o
financista americano entrou na boca do povo após
Jeffrey ser acusado de ter explorado sexualmente
menores de idade.

A amizade de Andrew e Jeffrey Epstein


Em 2020, o casal chocou a todos ao renunciar os
seus deveres reais. Em entrevista, Meghan declarou
que a falta de segurança para o filho e os ataques
racistas foram grandes motivos para a saída dos
dois.

Renúncia de Harry e Meghan


Durante uma entrevista com Oprah Winfrey,
Meghan afirmou que um membro da Família Real
se preocupou com a cor de pele do primogênito.

Racismo


TEXTO: Natalia Queiroz 
EDIÇÃO: VITÓRIA GOMES
CRÉDITOS: Reprodução/
Instagram The Royal Family