Personagens que marcaram a TV brasileira


Nós devemos concordar que novelas, séries e
filmes são parte da nossa cultura. As produções
brasileiras são sempre uma surpresa.


Marcado por histórias inesquecíveis, vilões,
mocinhas e até mesmo pessoas reais, existem
personagens que conquistaram os nossos
corações. 


Solineuza é a atrapalhada empregada doméstica
na série 'A Diarista'. A personagem marcou o
público brasileiro pela sua personalidade e
frases. Sua pouca inteligência causava as
mais divertidas atrapalhadas.

Solineuza (Dira Paes)


A personagem inspirada na mãe de Paulo
Gustavo se tornou um sucesso. A dona de casa
de Niterói tem uma performance exagerada,
divertida, sincera e possui um pouquinho de
cada mãe brasileira.

Dona Hermínia (Paulo Gustavo)


Uma das maiores vilãs brasileiras, daquelas que
o público amou e odiou. Dona de um sarcasmo
afiado, a personagem de ‘Avenida Brasil’ era
repleta maldade.

Carminha (Adriana Esteves)


Dono de bordões marcantes e divertidos como
‘Rainha do Nilo’, Crodoaldo era mordomo de
Tereza Cristina e arrancava risadas em ‘Fina
Estampa’. 

Crô (Marcelo Serrado)


A vilã de ‘Senhora do Destino’ é, certamente,
uma das personagens mais memoráveis na
televisão brasileira. Nazaré se tornou uma força
nas redes sociais por conta dos seus memes,
frases cômicas e planos mirabolantes.

Nazaré (Renata Sorrah)


“Eu sou chique bêm”, a frase que marcou a
fofoqueira de ‘Chocolate com Pimenta’. Ela, que
morava em sítio, queria ser chique e vivia altas
confusões. Um tanto exagerada, mas conquistou
os noveleiros.

Márcia (Drica Moraes)


A personagem de Patrícia Pillar em ‘A Favorita’
protagonizou uma das maiores dúvidas na
dramaturgia nacional e movimentaram diversas
torcidas e apostas sobre a história da vilã que
chocou o Brasil.

Flora (Patrícia Pillar)


A história da prostituta que vai parar em
Copacabana e se apaixona por um empresário
mau-caráter em ‘Paraíso Tropical’. Dona de uma
personalidade única e divertida, ofuscou todas
as demais tramas da novela.

Bebel (Camila Pitanga)


TEXTO: André Freitas
EDIÇÃO: VITÓRIA GOMES
CRÉDITOS: Divulgação/
TV Globo/Frederico Rozario/
Sergio Zalis/Victor Pollak/
Alex Carvalho/João Cotta/
João Miguel Júnior/Tenor