veja os filmes que o ator protagonizou

Chadwick Boseman:

Aos 43 anos, Chadwick Boseman deixou
um legado mundial. Interpretando o
memorável super-herói Pantera Negra,
o ator já fez muitos outros trabalhos
inspiradores. Confira!

Foto: Getty Images

Esse é o primeiro longa protagonizado
por Chadwick. Ele interpreta
Samuel Drake, um ex-tenente
do exército norte-americano.

2012

The Kill Hole

GIF: TENOR

Boseman deu vida ao jogador de baseball,
Jackie Robinson, que jogou
na liga nacional dos negros.

2013

42: A História de uma Lenda

Foto: getty images

O ator ficou responsável por dar a vida
ao cantor lendário, James Brown.
Para o papel, ele mostrou todo
o seu gingado e também
cantou algumas músicas.

2014

Get On Up: A História
de James Brown

gif: tenor

A primeira introdução do herói
Pantera Negra nos filmes da Marvel
foi em Capitão América: Guerra Civil.

2016

Capitão América: Guerra Civil

gif: tenor

Ele deu vida ao personagem Jacob King,
um homem sul-africano que
busca entender o que aconteceu
com a sua irmã, Bianca, em Los Angeles.

2001

King: Uma História de Vingança

Foto: divulgação

O advogado, Thurgood Marshal,
interpretado por Boseman, dedica
a sua carreira para defender
os negros que foram
acusados injustamente.

2017

Marshall: Igualdade e Justiça

Foto: Getty Images

O filme se tornou um símbolo na
carreira do artista.Vale lembrar que
Pantera Negra foi o primeiro
super-herói negro da Marvel.

2018

Pantera Negra

Foto: Tv Globo/ João Miguel Júnior

Chadwick interpreta o policial
Andre Davis, que isola a ilha de Manhattan
para encontrar criminosos.

2019

Crime Sem Saída

Foto: divulgação

Ainda como Pantera Negra, o ator
se juntou aos outros Vingadores para
fechar o ciclo de 21 longas-metragens
da saga da Marvel.

2019

Vingadores: O Ultimato

Foto: Globo/Alex Carvalho

O filme será o trabalho póstumo de
Chadwick Boseman. Ele interpreta Levee,
um trompetista talentoso e ambicioso.
A trama também tem a presença de
Viola Davis, e será lançado pela Netflix.

Ma Rainey's Black Bottom

gif:tenor

texto: natalia queiroz
edição: mariana calheiros

CLIQUE AQUI