A Fazenda: Dayane Mello faz desabafo sobre relação com a mãe: ''Sempre senti uma rejeição''

Dayane Mello falou sobre a morte da mãe, Ivone dos Santos, e confessou que sempre se sentiu rejeitada

CARAS Digital Publicado quarta 27 outubro, 2021

Dayane Mello falou sobre a morte da mãe, Ivone dos Santos, e confessou que sempre se sentiu rejeitada
A Fazenda: Dayane Mello faz desabafo sobre relação com a mãe - Reprodução/Instagram

Dayane Mello (32) e Tiago Piquilo (37) conversaram na tarde desta quarta-feira, 27, sobre suas famílias. Os participantes de A Fazenda 13 contaram algumas histórias envolvendo os familiares, e a modelo aproveitou para falar sobre a morte de sua mãe, Ivone dos Santos, que faleceu em decorrência de um câncer no útero em maio deste ano. A peoa também perdeu o irmão caçula, Lucas, três meses antes. 

Durante a conversa com o colega de confinamento, Day falou sobre sua relação com  a mãe. "Quando o Juliano nasceu da minha mãe, a gente tinha nove meses de diferença. [...] A minha mãe disse que o meu pai sempre foi o amor da vida dela. O Juliano, ela queria muito ter, achando que o meu pai ia ficar com ela. Só que meu pai seguiu outro caminho, conheceu outra mulher, foi servir o exército no Rio de Janeiro. Aconteceu que ela foi embora grávida de mim", contou. 

Em seguida, a peoa confessou que sempre se sentiu rejeitada pela mãe. "Ela ligava todo aniversário pro meu irmão. No meu aniversário, ela nunca ligou. Eu sempre senti uma rejeição, desde pequenininha", desabafou. 

- A Fazenda: MC Gui, Rico, Tati e Sthe foram indicados à roça da semana

Dayane ainda contou que Juliano ficou deprimido após o falecimento de Lucas, e que inicialmente não quis visitar a mãe no hospital, mesmo após ela e o pai insistirem. Ela ainda disse que Ivone sempre pedia para ver o filho mais velho. "O meu pai sempre teve um coração muito bom. Mesmo sabendo que minha mãe tava pra morrer, ele queria que nós resolvêssemos as coisas do passado. Porque sempre foi uma coisa que nos penalizou muito. Por abandono, por não ter tido uma mãe, várias coisas."

Tiago quis saber como era a relação do irmão da modelo com a mãe: "Ela nos abandonou, Tiago. Ela, infelizmente, nossa mãe, nos abandonou. A gente tinha 5, 6 anos. [...] Pelo Juliano, ela sempre teve um amor incondicional. Só que o Juliano, na hora da morte, não quis ver ela", explicou a peoa, dizendo que seu irmão e sua mãe conversavam uma ou duas vezes por ano. 

Dayane, então, relembrou o dia da morte de dona Ivone. "No dia, toca o telefone. Eu tô lá na Itália, seis da tarde, chamada de vídeo. Ela no hospital, cabelo branco, magra, magra. Olho fechado. Quando ela escuta minha voz: 'Mãe'. Ela abre os olhos. 'Olha, mãe, tô aqui, tá tudo bem. Como você tá? Espera que o Juliano vai chegar aí'. Eu conversei com ela, disse: 'Mãe, a gente te ama, vai com Deus'. Porque ela tava morrendo. Aí o meu irmão tinha decidido ir no outro dia. [...] Ela não quis. Ela morreu falando comigo. Ela chorava. E ela se esforçava pra falar alguma coisa e não conseguia, sabe. Eu sei que ela tinha muita coisa pra falar pra mim. Muita, muita", finalizou. 

Confira a conversa de Dayane Mello com  Tiago Piquilo:

Último acesso: 03 Dec 2021 - 20:24:07 (403121).

Leia também

TV CARAS