Assine

Por Renan Botelho 2 meses atrás

Atriz desde os nove meses, Klara Castanho garante: 'Não vou surtar como a Miley Cyrus'

Klara Castanho fala sobre a nova fase rebelde de Paulinha, em Amor à Vida, e diz como lida com o mundo da fama: 'Se a crítica é muito agressiva, eu deixo de lado'

Aos 13 anos e na quinta novela de sua carreira, a atriz Klara Castanho continua se destacando como uma das estrelas-mirins mais promissoras da Rede Globo. Interpretando a pré-adolescente Paulinha em Amor à Vida, ela encara a fama, que aumentou com a personagem, de forma natural – até mesmo as críticas que sempre acompanham o sucesso.

“Gosto de ver o que as pessoas estão falando, é sempre bom para aprender e ver se dá para mudar alguma coisa, se eu concordo com o que elas não gostam”, diz Klara à CARAS Online. “Mas se a crítica é muito agressiva, eu deixo de lado. Se não vai mudar minha vida, não tem por que me preocupar”, comenta a atriz, que demonstra maturidade para lidar com o mundo da fama. Não é para menos, considerando que Klara praticamente nasceu uma estrela.

Aos nove meses, ela fez o primeiro trabalho da carreira artística como modelo de um catálogo infantil. Aos seis anos, a menina se destacou na série Mothern (2006), do GNT, que lhe rendeu um convite para estrear na novela Revelação (2008), do SBT. No ano seguinte, Klara estava na Globo interpretando a mini-vilã Rafaela em Viver a Vida. Desde então, não parou.

Crescendo sob os holofotes, Klara não teme ter o destino que outras estrelas-mirins tiveram, principalmente em Hollywood, onde o caso mais recente foi o da cantora Miley Cyrus, que rompeu radicalmente com a imagem de boa moça. “Eu não vou surtar como a Miley (risos). Tenho uma base familiar muito boa, sempre tive. Meus pais acompanham todas as decisões e sempre tive e terei a certeza que posso contar com eles. Quando dou qualquer passo fora do eixo, eles me corrigem. Qualquer coisa que falo que possa me prejudicar, eles me alertam. Acho que não vou surtar jamais”, comenta.

Mas ela confessa que gostou da nova fase de Miley. “Tinha parado de acompanhar a carreira dela uma época, quando voltei ela já tinha mudado e foi um baque para mim. Se ela se sente bem, se está feliz e está dando certo para carreira dela, acho que não tem por que criticar”, diz.

+ Amor à Vida: Paulinha surge com dreadlocks e discute com Bruno

Rebelde

Comportada na vida real, Klara comemora nova fase de Paulinha, que ficou rebelde com a volta do pai biológico, Ninho (Juliano Cazarré), e até colocou dreadlocks no cabelo. “Eu amei, amei, amei. Quando li que ia colocar dread, eu já queria na hora”, conta.

“É bom mudar, é bom poder ser um pouco rebelde na televisão, ter uma personalidade diferente. Mas não sou assim. Senão minha mãe me mata, né? (risos). Só posso ser na novela”, brinca.

Klara encara uma hora na cadeira do cabeleireiro para colocar os dreads todos os dias antes de gravar – o teste de visual demorou duas horas e meia. “É estranho, é um corpo diferente na minha cabeça. Acho que nunca teria esse visual fora da novela, não é meu estilo”, confessa.

Muita calma nessa hora!

Diferente do que acontece com sua carreira, Klara quer ir com calma na vida amorosa. Nos últimos tempos, a jovem tem se deparado com muitas perguntas da imprensa sobre ‘namoradinhos’ da escola. “Acho que é normal, na minha idade as pessoas acham que a vida começa agora. Mas a minha vida, nesta área, não começou ainda. Tenho muito tempo pra viver isso, estou deixando as coisas irem com calma”, fala.

Ninho ou Bruno?

“Não dá para escolher, torço pelos dois. Agora o Ninho também ficou bonzinho e o Bruno já era”, declara a atriz, tentando fugir do desafio de escolher um pai para sua personagem. “Mas os dois poderiam entrar em um acordo e criá-la juntos”, completa.

Na novela, Bruno fica revoltado ao ver a filha com dreads, mas acaba aceitando a mudança do visual.

Chororô

Interpretando a filha de Paloma, a mocinha sofrida de Paolla Oliveira, a jovem atriz já teve muitas cenas de choro, que ela aprendeu a tirar de letra. “Eu choro na hora, aquilo que acontece ali fica ali. Depois eu saio e já estou bem, estou maravilhosa (risos). Aprendi a me desligar da emoção muito fácil, até por que tem dias que tem várias cenas de choro”, comenta.

Por falar em lágrimas, Klara acha que já está na hora de sua mãe na ficção começar a cortar as asas de Félix (Mateus Solano). “Acho que ela tem que descobrir logo, acabar com a farsa do Félix”, diz.

Tags relacionadas: Klara Castanho | teen

Notícia publicada Qui, 31 Out 2013 as 15:28, por Renan Botelho.


Mais Notícias de teen