Assine

Por CARAS Online

Whitney Houston influenciou geração de estrelas como Celine Dion, Jennifer Lopez e Mariah Carey

Divas mais jovens, como Celine Dion, Kelly Clarkson, Jennifer Lopez e Mariah Carey, reconhecem o poder da voz e da música da estrela encontrada morta nesse sábado, 11

A primeira reação de Mariah Carey (41), ao saber da morte da diva da música pop norte-america Whitney Houston (1963-2012), aos 48 anos, foi tuitar dizendo que a voz da cantora era uma das maiores dádivas que a Terra poderia ter recebido. Entre as "divas jovens", o estilo de Mariah talvez seja o que mais visivelmente se liga ao de Whitney, no entanto, as influências da sua voz marcante podem ser encontradas em cantoras igualmente marcantes da nova geração como Beyoncé Knowles (30), Christina Aguilera (31), Kelly Clarkson (29), Jennifer Hudson (30), entre outras.

Houston foi a primeira superstar a combinar - com maestria - as músicas feitas com todo o amor e coração das igrejas gospel dos Estados Unidos com um estilo pop e com suas baladas românticas aveludadas. Assim como Barbra Streisand (69) e Aretha Franklin (69) ajudaram a definir o padrão entre as cantoras de pop e soul nos anos 1960, Houston foi a grande balisa para os cantores pop-soul dos anos 1980.

Especialistas em música ao redor do mundo estão prestando suas homenagens, fazendo as principais resenhas a respeito da carreira - de estrelato e polêmicas - de Houston. De acordo com o crítico J. D. Considine (56), do The Globe and Mail, o talento para a música vinha no DNA. Sua prima mais velha, Dionne Warwick (71), é uma cantora gospel que seguiu à risca o estilo e estima-se que tenha vendido mais de 66 milhões de cópias de seus discos, incorporando elementos de R&B e do jazz.

Mas onde a voz  e entrega de Warwick foram mais modestos e idiossincrática, Houston defendeu uma abordagem suave e feliz, que influenciou gerações de estrelas do rádio, para não mencionar os aspirantes no American Idol e uma cultura de pesquisas de talentos na TV. "O que o estilo de Whitney fez foi vender a melodia, mas vender para valer, e vender a sua voz com ela, mostrando que tinha a habilidade de levar consigo todo um coral, em direção à lua", afirma Considine. "Whitney tinha esse poder com ela, enquanto várias outras cantoras não conseguiam isso e viviam pagando mico, tentando chegar lá".

Certamente, ninguém tinha o tom de Houston como em seu auge. Sua voz era pura, capaz de causar calafrios com seus nuances sensuais. Os comunicados das principais estrelas da música internacional, ao longo do dia, vão calibrando a importância de Houston. "Quando eu comecei minha carreira, queria ser como ela", disse Celine Dion (43), em um comunicado oficial. Para Christina Aguilera, "as suas notas alcançaram os lugares aos quais a maioria dos cantores gostaria de conquistar". Toni Braxton (44) reconheceu a sua "incrível influência sobre a música como um todo".

Mais do que cruzar as fronteiras entre pop e R&B, de fato, o virtuosismo de Houston transcendeu gêneros totalmente. "O primeiro CD que comprei na minha vida foi de Whitney Houston", disse a cantora de country LeAnn Rimes (29) no Twitter. Mesmo aqueles que não tinham capacidade técnica para emular Houston foram inspirados pela beleza e poder de seu canto. Jennifer Lopez (42) a chamou de "uma das maiores vozes do nosso tempo", enquanto Rihanna (23) simplesmente tuitou: "Sem palavras. Apenas lágrimas".

Tags relacionadas: Whitney Houston | Jennifer Hudson | Ken Erhlich | Grammy 2012 | cantora | Los Angeles | morte | Celine Dion | Toni Braxton | Beyoncé | Christina Aguilera | Kelly Clarkson | Jennifer Hudson | Jennifer Lopez | | noticia

Notícia publicada Dom, 12 Fev 2012 as 16:05, por CARAS Online.


Mais Notícias de noticia