Assine

Por CARAS Online 2 anos atrás

Gianecchini já fez 1ª sessão de quimio

Reynaldo Gianecchini iniciou o tratamento de seu linfoma com sessões de quimioterapia

O ator Reynaldo Gianecchini (38) foi submetido à sua primeira sessão de quimioterapia no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para o tratamento do linfoma de células T Angioimunoblástico, na segunda-feira, 22.

De acordo com o médico Daniel Herchenhorn (41), chefe do serviço de Oncologia do Instituto Nacional do Câncer (Inca), esse tipo de câncer afeta linfócitos que não respondem facilmente ao tratamento. "O linfoma que atinge as células T normalmente são agressivos e, no caso do Gianecchini, é de alto grau, ou seja, as células se multiplicam muito mais rapidamente", explicou o especialista à CARAS Online, acrescentando que o tratamento quimioterápico deve ser muito mais intenso e que, geralmente, dura em torno de seis meses.

Segundo o dr. Herchenhorn, os principais efeitos colaterais do tratamento desse tipo de quimioterapia são queda de cabelo, fadiga, anemia, enjoo e alterações no paladar.

Esse tipo de câncer é um subtipo do linfoma não Hodgkin e é considerado raro, pois aparece apenas em uma pequena porcentagem dos pacientes com esse tipo de linfoma. Isso porque as células T são responsáveis pelo funcionamento do sistema imunológico. Existe outro subtipo, que atinge as células B, como o que a presidente Dilma Rousseff (63) teve em 2009. Ele é considerado de tratamento mais simples e, além da quimio, tem outra alternativa de terapia, com anticorpos monoclonais, que são administrados nos pacientes por meio de vacinas.

Ainda de acordo com dr. Herchenhorn, caso as sessões de quimioterapia não tragam resultado, os médicos ainda podem recorrer a um transplante autólogo de medula óssea, ou seja, com substâncias do próprio organismo do ator.

Na noite de quarta-feira, 17, Gianecchinni recebeu o cateter central para fornecer os medicamentos em seu organismo. Durante o processo, houve um pequeno sangramento imediatamente tratado. Ele segue sendo tratado pelas equipes coordenadas por Yana Novis, Raul Cutait e David Uip.

Tags relacionadas: Reynaldo Gianecchini | quimioterapia | linfoma | tratamento | hospital | noticia

Notícia publicada Ter, 23 Ago 2011 as 19:28, por CARAS Online.


Mais Notícias de noticia