Assine

Por CARAS Online

IDÍLIO À MODA CABOCLA

LUGUI PALHARES E YASMIN GAZAL NA AMAZÔNIA

por Marcos Salles Uma lua-de-mel no melhor estilo dos caboclos da amazônia, com direito ao tradicional "enfim sós" na suíte encravada numa árvore e tendo como testemunhas agitados macacos de cheiro e a paz das águas do Rio Negro. Assim foi o clima da primeira viagem do santista Lugui Palhares (41) e sua mulher, a carioca Yasmin Gazal (37), que resolveram morar juntos há seis meses, coroando um relacionamento que já dura dois anos. "Foi uma espécie de lua-de-mel em plena selva, que brindamos com vinho sob a luz das estrelas", explica o ator, que vive o polêmico Carlão na novela Duas Caras, da Globo. "Acordar neste espetáculo da natureza é maravilhoso. Na última noite levamos o colchão para fora e acabamos dormindo por ali mesmo. Agradeci muito a Deus por estar naquele lugar. Me senti uma privilegiada", conta Yasmin, que recentemente viveu a vilã Shirley na novela Amor e Intrigas, da Record. "Foi lindo estar no meio do rio no exato momento do pôr-do-sol. E nem nos sentimos ameaçados pelos mosquitos. Acho que o perigoso mesmo é o que anda pelo Rio de Janeiro", brinca Luis Guilherme, seu nome de batismo. O casal de atores passou na floresta dias bem diferentes de sua rotina carioca. E, por alguns momentos, trocou a tranqüilidade da Casa do Tarzan TV Globo, do Hotel Ariaú Towers, por uma inédita experiência. "Mostrei algumas técnicas de sobrevivência. E eles me surpreenderam, encarando tudo com a maior seriedade", afirma Roberto Abdias (35), guia do hotel e experiente instrutor de sobrevivência na selva, que entre outros trabalhos já orientou as equipes do programa Survivor e dos canais National Geographic e Discovery Chanel, da TV paga, entre outros. "Voltei aos tempos de criança e me diverti muito. Até esqueci o cansaço e o calor. Me senti num filme de guerra com aquela roupa camuflada. Lembrei das cenas de Platoon, das roupas camufladas do Rambo, do Falcon. Só faltou o helicóptero", diz Lugui. Yasmin não ficou atrás. "A brincadeira foi ótima, muito além das minhas expectativas", afirma a morena mignon, que com seus 1,65m de altura era chamada de Ramba, em referência ao personagem de Sylvester Stallone (61). Aventuras e brincadeiras à parte, Lugui era parado a todo instante para dar autógrafos, tirar fotos e contar os caminhos de seu personagem na novela. Os fãs queriam saber sobre o romance entre Carlão e Bernardinho (Thiago Mendonça). O que seria apenas uma participação acabou se estendendo. "Ele voltou à trama para apimentar o trio Dália, Heraldo e Bernardinho. E para se dar bem. Mas, após o acidente, repensou a vida, se regenerou e se apaixonou pela única pessoa que demonstrava carinho por ele, o Bernardinho", conta o ator. Lugui está torcendo para que aconteça a cena do beijo, que caso não seja censurado pela emissora será o primeiro na história das novelas. "Torço mesmo, pois o ator não deve ter pudores, e farei sem problemas. Vivemos tempos de violência, de mortes em família, e uma demonstração de carinho é sempre bem-vinda", opina Lugui, com o total apoio da mulher e da maioria dos fãs. "Pelo tom leve dado ao personagem, ficamos surpresos com a reação do público. O Carlão foi aceito por todos. O Lugui ouve uma gozação sadia. Passa na rua e perguntam pelo Bernardinho", explica a atriz. Lugui Palhares já havia estado em Manaus, onde se apresentou com a comédia Aluga-se um Namorado no Teatro Amazonas. Mas a primeira vez foi há uns quinze anos, fantasiado de índio, integrando o elenco de um grupo musical dirigido pelo carnavalesco Joãosinho Trinta. Desta vez, ele pôde conhecer um pouco do que o boi bumbá Garantido irá apresentar no Festival de Parintins, no último final de semana do mês de junho. Ele e Yasmin estiveram no Curral do Garantido, nome do ensaio do boi vermelho, que acontece quinzenalmente no Sambódromo de Manaus. "Fiquei impressionado com tudo o que vi aqui no ensaio. Eles fazem uma festa muito bem produzida. E, apesar de diferente do nosso samba, tem uma energia contagiante muito parecida. Foi como se estivesse numa escola do Rio", analisa Lugui, que no carnaval carioca já desfilou por Beija-Flor, Unidos do Viradouro, Grande Rio, Unidos da Tijuca e foi campeão em 1992 pela Estácio de Sá. "Me acabei na batucada (bateria) do Garantido", emenda a entusiasmada Yasmin. Entusiasmo que fez com que o ator elogiasse o tratamento recebido na visita: "Essas pessoas nos deixaram em casa. Elas possuem um coração do tamanho da floresta", afirma. De volta para casa, na zona sul do Rio de Janeiro, Lugui e Yasmin já pensam no que fazer após o fim das gravações da novela. Estudam o destino para uma nova viagem e já procuram um texto para interpretar nos palcos. "Vamos estrear a peça em Portugal", planeja o ator.

Tags relacionadas: noticia

Notícia publicada Ter, 20 Mai 2008 as 15:56, por CARAS Online.


Mais Notícias de noticia