Assine

Por Renan Botelho 2 anos atrás

'Ayrton Senna fez música para Xuxa Meneghel', diz médium

Espírito de Ayrton Senna teria procurado médium para transmitir música que escreveu para declarar seu grande amor por Xuxa Meneghel. Vídeo da canção é sucesso no Twitter e no YouTube

Um vídeo está fazendo sucesso na internet com uma música chamada Musa Rainha, que teria sido composta pelo espírito do piloto Ayrton Senna e psicografada pela médium Carmem Tiepolo (52), presidente da instituição Padre Cícero Romão Batista. A canção, que está ganhando destaque no Twitter e no YouTube, é uma homenagem a apresentadora Xuxa Meneghel (48), com quem o piloto namorou em vida. 

A CARAS Online conversou com a médium Carmem Tiepolo, que explicou como foi o contato com o espírito de Ayrton Senna.

“Eu conheci o Ayrton Senna pessoalmente, sete anos antes dele morrer. Eu o conheci por causa de um cantor, que era muito amigo dele, mas não vou falar quem é. Um dia fui até a oficina do Chicão, em São Paulo, para encontrá-lo. Lá eu falei: ‘Olha Ayrton, seu espírito é um viajante espiritual. Quando você dorme, ele vem conversar com a gente. Mas seu espírito está ficando preocupado, ele quer que você abandone a Fórmula 1 e vá para Fórmula Indy. Ele quer que você se case com a Xuxa e seja feliz”, contou.

Carmem afirma que Ayrton sabia do perigo de sofrer um acidente, tal como o que pôs fim a sua vida no 1º de maio, em 1994, durante o Grande Prêmio de San Marino.

“Ele me telefonava quando sentia algum medo, perguntava se o ‘horóscopo’ dele estava bom. Sempre brincava com isso”, disse. “Ele chegou a estudar o espiritismo, eu dei uns livros para ele, pois ele queria saber se era coisa do bem”, completou.

Após a morte

De acordo com Carmem, quando Ayrton sofreu o acidente seu espírito ficou apavorado, pois não imaginava o quanto era amado no Brasil. “Ele me disse: ‘Bom, morto eu já estou, mas não quero morrer em alma’”, lembrou.

Foi então que Carmem diz ter começado sua parceria com Ayrton. “Ele se entregou de alma e começou a fazer um livro atrás do outro. Eu tenho muitos livros publicados, destes livros o Ayrton escreveu 40 deles, mas todos com o pseudônimo Bernardo Bandeira Brasil da Silva. Ele queria usar o nome dele, mas eu sugeri colocar o pseudônimo para não ter problema com a família”, explicou.

A médium afirma que procurou a família de Senna para falar sobre o desejo do espírito em lançar os livros com seu nome e doar o dinheiro arrecadado para o Instituto Ayrton Senna. “Só que ela [Viviane Senna, irmã] me mandou uma carta, dizendo que não era possível. Eles não acreditaram. Eu contei pra ele, e o Ayrton respondeu: ‘Eu estou morto, não estou usando meu nome, faça o que eu quero, porque eu sou o senhor do meu destino. Eu vou trabalhar com caridade, pois tem muita gente precisando’”, contou.

Compositor

Carmem contou que Ayrton Senna começou a ter aulas de música com o espírito de John Lennon. “O Ayrton foi se especializando, mas o John não dava aulas só para ele. E uma das primeiras músicas que ele fez foi para Xuxa. Essa música já existe há 10 anos. Ele me deu um ultimato dizendo que não era para guardar, porque a Xuxa precisava saber do amor dele”, declarou.

A médium também afirma que não foi responsável por deixar a música vazar na internet, pois não sabe mexer em computadores. Mas agora está decidida a começar a divulgar seu material pela web.

Sobre a música Musa Rainha, ela prefere não responder se Xuxa ouviu a canção ou não. “Eu estive no Rio, mas não vou falar se a encontrei ou não. Eu não preciso falar dos vivos, eu preciso só dos espíritos”, justificou.

Ouça Musa Rainha:

Tags relacionadas: Ayrton Senna | Xuxa Meneghel | médium | espiritismo | | noticia

Notícia publicada Qui, 20 Out 2011 as 14:58, por Renan Botelho.


Mais Notícias de noticia