Na Ilha, influencer Bella Falconi exalta maternidade: "Me amo mais"

Na companhia do eleito, Ricardo, a influencer revela que relacionamento ficou mais maduro: "A vida do casal muda com o filho"

sexta 9 março, 2018
Na Ilha, influencer Bella Falconi exalta maternidade:
Na Ilha, influencer Bella Falconi exalta maternidade: "Me amo mais" CARAS 1270: Bella Falconi

Nas últimas semanas, Bella Falconi (32) tem recebido tantos beijos da filha, Victoria (2), em sua barriga que chega a ficar comovida. “Toda hora ela pergunta da irmãzinha, a chama para brincar. É bem fofo ver”, conta a mamãe, aos quatro meses de gestação e, ainda na dúvida sobre o nome da caçula. Com o marido, o empresário Ricardo Rocha, o Maguila (39), com quem está casada três anos, e a primogênita na Ilha de CARAS, ela festeja a gravidez e confessa que está tirando de letra a segunda experiência. “Às vezes, até esqueço que estou grávida, de tão natural que está sendo. Não porque não estou ligando. De forma alguma. Era tudo que eu mais queria. Mas por saber o que vem pela frente, os medos e as inseguranças diminuem muito”, pondera a palestrante, nutricionista e empresária, que fará novamente o parto nos EUA já que mora no país há 11 anos. 

Apesar de ser uma referência fitness, Bella ressalta o prazer de engravidar, apesar das transformações do corpo, e revela que pretende ter quatro filhos. Até o momento, engordou apenas 1,5kg. “Perdi muita massa magra pelo fato de eu ter ficado sem poder treinar até 12 semanas completas”, explicou Bella, que precisou adaptar seu treino e a alimentação à nova condição. “A gravidez deixa marcas no corpo e não me incomoda. Estou com celulite. Filho é uma bênção. O corpo a gente cuida depois.”

– Como estão se sentindo?

– Estamos muito felizes.

– Está tendo desejos?

– De comer fruta. Da Vicky, tive de chocolate. Estou saudável. Mas me permito ‘jacar’ com uma pizza. Estou tentando controlar melhor nessa gestação porque na primeira ganhei 15 quilos.

– Mais um bebê, um livro para lançar em abril, muitas funções... Como consegue?

– A gente precisa se adaptar. Resiliência é uma das maiores virtudes. Sou a melhor dentro da minha realidade.

– Mas o Maguila te ajuda?

– Tenho um supermarido. Se existisse um super-herói da vida real seria ele. É meu empresário hoje em dia, tem as lojas dele nos Estados Unidos e consegue direcionar tudo pelo telefone. Viajamos bastante a trabalho e ele não mede esforços para me ajudar. Troca fralda da Vicky, dá banho... Vejo que a minha felicidade é uma das prioridades dele.

– É um dos segredos da sua relação, não é?

– Super... Somos muito parceiros. Uma das qualidades que valorizo no casal é essa amizade, essa parceria, essa lealdade.

– E o romantismo?

– As pessoas vivem meio que um conto de fadas. O romantismo pode acontecer quando os dois estão trocando a fralda da criança. Não é necessariamente sexo, beijo na boca. É uma atitude de carinho. Já tive momentos super-românticos que a minha filha participou. A minha renovação de votos, por exemplo. A vida do casal muda com o filho. Ainda mais no caso da Vicky que dorme com a gente na cama. Não existe regra. Isso também acaba trazendo uma diversão para o relacionamento. Começamos a namorar em lugares que nunca tínhamos namorado antes. Não deixamos de perder esta coisa do casal, esta chama acessa.

– Se vê mais bonita após a maternidade?

– Muito mais hoje em dia. Não pelo sentido de beleza em si. Porque sou muito mais bem resolvida. Me amo mais. Estou realizada como mulher, como profissional, como mãe. E comecei a enxergar o sentido da vida além das coisas que via antes. Temos que viver cada fase da vida. Cultuei o corpo, competi... Só que, hoje em dia, estou em um momento mais bonito do que o anterior, que é ser mãe. Me dedicar à família. Tudo muda. Como, por exemplo, ter menos ciúme do marido. Você fica tão orgulhosa da sua trajetória que as coisas passam a ser pequenas.

– Acha que vai desacelerar em algum momento?

– Sim. Ainda brinquei com o Maguila esses dias que temos que começar a pensar, mais para frente, em construir as nossas coisas voltadas para a minha área. Sou formada em Nutrição. Quero firmar a minha carreira de palestrante. Sinto falta de coisas básicas como sentar em uma mesa e conversar. Todo mundo fica no celular para poder trabalhar. No final do dia é um tempo que a rede social está roubando. Vai chegar uma hora que naturalmente vou querer focar na rede real. 

por Roberta Escansette
Atualizado sexta 9 março, 2018 (299077) | 21/06/2018 09:21:01

Mais conteúdo sobre:

CARAS Recomenda

  1. No aeroporto, Thais Fersoza cai no choro e revela a razão
  2. De lingerie, Sabrina Sato exibe barriguinha de grávida
  3. Wesley Safadão abre as portas de sua mansão em Fortaleza
  4. CASACOR 2018 em São Paulo tem como tema A Casa Viva

Receba em Casa

Últimas

  1. 1 Lucas Penteado denuncia caso de racismo: ''Até quando?''
  2. 2 Ivete Sangalo se derrete pelos filhos: ''Coisa boa ser mãe. Ô sorte!''
  3. 3 Ex-professora de Gabriel Jesus faz homenagem ao jogador
  4. 4 Marina Ruy Barbosa revela ligação com realeza em clique raro
  5. 5 Leandro Hassum posa só de cueca e ganha elogios