Assine

Por Bruna Nastas

Daniel Radcliffe sofre de dispraxia; entenda o que é o transtorno

Sem cura, a psicopedagoga ensina como amenizar os sintomas da falta de coordenação

Daniel Radcliffe, famoso por interpretar no cinema o personagem Harry Potter, admitiu publicamente sofrer de dispraxia.

O transtorno neurológico é associado com a falta de coordenação e pode vir acompanhado de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

A psicopedagoga e psicomotricista, Luciana Brites, do Instituto NeuroSaber explica que "a dispraxia é uma incoordenação motora, resultado de uma dificuldade na realização de uma sequência de movimentos".

Ela pode ser identificada nas crianças e adolescente pelos pais ou professores. Geralmente, os portadores não conseguem executar atividades comuns, como tomar banho e comer. Nos mais velhos, problemas como não conseguir amarrar um cadarço são os mais comuns."A dispraxia compromete muito as atividades motoras causando prejuízo na qualidade de vida e nas atividades do dia a dia".

Por não ser uma doença, ela não tem cura. Porém, com pequenas intervenções é possível alcançar um melhor resultado. "O tratamento deve incluir estimulação psicomotora por um psicomotricista ou terapeuta ocupacional, além de acompanhamento médico", conclui.

 

 

 

Tags relacionadas: BEM-ESTAR

Notícia publicada Sex, 3 nov 2017 as 11:11, por Bruna Nastas.