Assine

Por Luiza Camargo 8 meses atrás

O aspecto dos seios de Angelina Jolie não mudará, diz especialista

Atriz americana tinha 87% de chances de ter um câncer de mama, por isso se submeteu a uma cirurgia. Contudo, o aspecto físico dos seios ficou igual. A mastologista Carla Zucchi Delicalo fala sobre a operação e a doença

Angelina Jolie se submeteu a uma mastectomia dupla após fazer um exame genético que apontava que ela tinha 87% de chances de ser vítima da doença.
A mastologista Carla Zucchi Delicalo afirma que a aparência dos seios da atriz não mudou.“Quem faz a mastectomia não tira a mama inteira e fica com o corpo reto, por exemplo. Na cirurgia, o médico faz um pequeno corte e tira a glândula mamária, que fica no miolo do seio e o fecha novamente. Se a cirurgia for um sucesso, a pele e a aréola continuam do mesmo jeito e o aspecto físico é igual. O que muda é a sensibilidade, que diminui bastante”, afima Carla.

A médica também falou sobre as probabilidades de uma mulher ser vítima da doença. Todos os humanos têm os genes BRCA 1 e BRCA 2. BRCA é a abreviação de "breast cancer", que em inglês quer dizer câncer de mama. Todavia, quando uma mutação é encontrada em um ou nos dois genes, as chances da pessoa ser vítima do câncer aumentam: “quem tem a mutação no gene BRCA 1 tem mais probabilidade de ter câncer de mama e ovário, já quem tem só no BRCA 2, as chances são maiores de câncer de mama também”.

Saiba como é diagnosticado e o tratamento do câncer de Angelina Jolie

Veja Angelina Jolie e Brad Pitt em momentos marcantes

Conheça outras celebridades que também removeram as mamas assim como Angelina Jolie

Angelina Jolie faz tributo a ‘amável e apoiador’ Brad Pitt ao revelar dupla mastectomia

No Brasil, a recomendação é de que a mulher até 40 anos apenas faça o exame se já tiver histórico em alguma familiar de primeiro grau. Depois dos 40 anos, a história muda: “os mastologistas brasileiros acreditam que quase 80% dos casos de mulheres com câncer de mama depois dos 40 anos foram vítimas da doença por motivos aleatórios e não genéticos. A poluição e os agrotóxicos podem ser alguns dos fatores que influenciam este quadro”, afirma Carla. Por isso, elas não devem esquecer de fazer pelo menos uma vez por ano o exame de mama.

As grávidas também devem ficar atentas. A médica explica que a operação deve ser feita ou antes ou algum tempo depois da gestação. “O ideal é que a mulher que vá fazer a mastectomia já tenha engravidado e amamentado. No entanto, caso ela tenha planos de ser mãe, recomendamos que só depois que acabar o período de amamentação ela se submeta a cirurgia”.

A mãe de Angelina Jolie morreu aos 56 anos, após passar uma década lutando contra um câncer no ovário. Nos últimos anos, ela teve três filhos biológicos com Brad Pitt: Shilon, que vai fazer sete anos no final do mês e os gêmeos Knox Léon e Vivienne Marcheline, que têm quatro anos.
 

Tags relacionadas: Angelina Jolie | Brad Pitt | Shiloh Pitt | Sr. e Sra. Smith | Câncer | bem-estar

Notícia publicada Ter, 14 Mai 2013 as 11:42, por Luiza Camargo.


Mais Notícias de bem-estar