Assine

Por CARAS DIGITAL

10 dicas de como perder barriga em 1 semana sem ter que fazer exercícios

Mudar os hábitos alimentares e investir em alimentos que aceleram o metabolismo são as melhores dicas para quem quer diminuir a barriguinha

1) Tome 500 ml de chá de hibisco diariamente
Este chá é um grande aliado de quem quer diminuir a retenção de líquido  e queimar gordura na região da barriga.

"O chá de hibisco auxilia na perda de peso graças à capacidade de acelerar o metabolismo. Ele possui o efeito termogênico, que potencializa a queima de gordura e eleva o gasto metabólico basal. Como possui propriedades diuréticas, combatem o inchaço e o acúmulo de toxinas do organismo, melhorando até mesmo o aspecto da pele", afirma  a nutricionista Sinara Menezes da Nature Center, especializada em produtos naturais.

2) Diminua a ingestão de lactose
Queijos, manteiga, iogurte... estes alimentos são uma delícia, porém, eles podem ser os responsáveis pelo seu inchaço abdominal e, muitas vezes, também são os culpados por dores na região. Na realidade, há uma grande percentagem de pessoas no mundo que são intolerantes à lactose e não sabem, por isso ficam inchadas e com gases.

"A lactose é o açúcar presente no leite, ou seja, é um carboidrato. A maioria das pessoa que  a cortam da dieta e depois a introduzem novamente na alimentação relatam inchaço abdominal e falha na digestão. Além disso, esse nutriente não é necessário ao organismo humano adulto e “o viver” sem o consumo da lactose não leva o indivíduo a risco nutricional ou falta de nutriente no organismo. Quem é intolerante á lactose geralmente apresenta mal-estar gastrointestinal, dores abdominais e flatulência", afirma a nutricionista Bianca Souza, do Hospital Alvorada Brasília.

3) Coma mais peixes como salmão, sardinha e atum
Estes peixes são ricos em nutrientes e antioxidantes, que ajudam a emagrecer e a diminuir a gordura localizada.
A sardinha, o salmão e o atum são fontes protéicas que fornecem aminoácidos para nosso organismo que irá formar nossos músculos. Por isso, eles ajudam muito a queimar calorias e a potencializar a malhação. Além disso, assim como toda fonte de proteína animal, são fontes de cálcio, um nutriente essencial para a contração muscular. O atum, o salmão e a sardinha possuem naturalmente o ômega 3, um nutriente extremamente antioxidante. Além disso, são alimentos com baixo valor calórico e pouca gordura”, afirma a nutricionista Patricia Davidson Haiat, do Rio de Janeiro.

4) Coma mais proteína
Cerca de 25 % -30 % das calorias em cada grama de proteína são queimados na digestão , em comparação com apenas 6 % -8 % das calorias em carboidratos. No geral, elas também são menos calóricas que os carboidratos e não fazem as pessoas sentirem fome pouco tempo depois do consumo, como é o caso do carboidrato.

5) Não exagere no consumo de brócolis e feijão
Os dois são alimentos que deixam as pessoas inchadas. Segundo a  famosa nutricionista norte-americana Katherine Brooking , o brócolis provoca inchaço por ser uma fibra solúvel, que não quebra até atingir o intestino grosso - onde a sua digestão provoca muitos gases.  Além disso, o brócolis contem uma pequena quantidade de rafinose, um açucar complexo que produz gases. o feijão produz muitos gases intestinais, pois eles contêm oligossacarídeos, um tipo de açúcar complexo formado por moléculas que são muito grandes para o intestino delgado. Além disso, o corpo não pode quebrar este complexo de açúcar, uma vez que não possui a enzima de fazê-lo. Por isso quem come uma feijoada, por exemplo, fica com a barriga extremamente inchada.

6) Consuma mais nozes, amêndoas e castanhas
As oleaginosas são fontes de gorduras boas e são anti-inflamatórias, além de ajudarem a saciar rapidamente a fome e ajudam a melhorar o funcionamento do intestino.

7) Diminua o consumo de bebida alcoólica
Além de incharem e não trazerem nenhum benefício para o corpo- com exceção do vinho- as bebida alcoólicas são extremamente calóricas. Tomar 3 latinhas de cerveja, por exemplo, equivale a quase 3 pães franceses!

8) Beba muito água- 2 litros por dia
A água ajuda a eliminar as toxinas do corpo, diminuindo o inchaço e a retenção de líquidos. Ela também melhora o funcionamento do intestino e hidrata o organismo.

9) Diminua o consumo de sal
Não exagere no sal em seus alimentos, inclusive para temperar a salada, pois o sódio é um dos principais fatores que estimulam o inchaço a retenção de líquido, além de fazer mal para o colesterol.

10) Faça drenagem linfática
A drenagem linfática é o procedimento estético mais famoso e recomendado para mulheres que desejam diminuir o inchaço na barriga e nas pernas e é muito seguro.

"A drenagem é um tipo de massagem utilizada para tratamentos de celulite, em pré e pós- operatório de cirurgia plástica, TPM e período gestacional, pois reduz a retenção de líquidos, melhora a circulação sanguínea do corpo e ainda relaxa. Com isso, ela consegue desintoxicar o organismo, além de ajudar no sistema imunológico. Com alguns meses de tratamento, conseguimos ver muitos resultados na melhora das celulites, edemas, varizes e até na sensação de pernas pesadas”, afirma a fisioterapeuta e esteticista Claudia Adinolfi, de São Paulo.

 

Tags relacionadas: Emagrecimento | Barriga | Dieta - Estilo de Vida | BEM-ESTAR

Notícia publicada Seg, 16 mai 2016 as 12:05, por CARAS DIGITAL.





Mais Notícias de fashion