Joaquim Lopes nega assédio a Ticiane Pinheiro no carnaval: "Nojento, triste e lamentável"

Assine

Por CARAS Digital

Joaquim Lopes nega assédio a Ticiane Pinheiro no carnaval: "Nojento, triste e lamentável"

O apresentador do Vídeo Show rebateu as acusações sobre um suposto assédio em camarote na Sapucaí

Joaquim Lopes se manifestou nesta terça-feira, 28, sobre um suposto assédio cometido contra Ticiane Pinheiro em um camarote no carnaval do Rio de Janeiro.

O apresentador do Vídeo Show considerou as acusações como sendo algo "nojento, triste e lamentável". "Não dá pra deixar barato. Sou muito reservado na minha vida pessoal. Nunca caio nas armadilhas que criam. Sempre fico quieto na minha. Mas desta vez, realmente, é uma acusação muito grave", disse Joca antes de ler um pronunciamento oficial

"A fabricação de um escândalo! É realmente nojento, triste e lamentável que chegamos a isso... Queridos amigos, fãs e membros da minha família. Estou sendo obrigado a interromper o meu carnaval e o de vocês para deixar registrado a minha enorme indignação e revolta [...] De forma irresponsável sou apontado como sendo o homem a respeito do qual Ticiane Pinheiro, em conversa com Luana Piovani, fazia uma grave acusação de asséedio dentro de um camarote no Sambódromo. O jornalista, de forma temerária e inconsequente, tentou ouvir um diálogo de pé de ouvido entre Tice e Luana -- que são minhas grandes amigas -- e, sem consultá-las e me entrevistar, saiu me acusando do tal assédio sem que eu tenha feito absolutamente nada. Assim que Luana soube da história, tratou de manifestar publicamente que a matéria do jornalista é falsa, mentirosa, que Ticiane estava se queixando de outro homem. Fiquem com Deus. Um beijo grande para todos", disse o apresentador sobre o caso.

 

A fabricação de um escândalo!!!! É realmente nojento, triste e lamentável que chegamos a isso... Queridos amigos, fãs e membros da minha família. Estou sendo obrigado a interromper o meu Carnaval e o de vocês para deixar registrado a minha enorme indignação e revolta com a matéria publicada no Jornal Extra de hoje, e replicada pelos sites da imprensa de todo o pais, onde, de forma irresponsável, sou apontado como sendo o homem a respeito do qual Ticiane Pinheiro, em conversa com Luana Piovani, fazia uma grave acusação de assedio dentro de um Camarote no Sambodromo. O jornalista, de forma temerária e inconsequente, tentou ouvir um diálogo de pé de ouvido entre Tice e Luana e, sem consulta-las e me entrevistar, saiu me acusando do tal assedio sem que eu tenha feito absolutamente nada. Assim que Luana soube da história, tratou de manifestar publicamente que a matéria jornalista é falsa, mentirosa, que Ticiane estava se queixando de outro homem. Luana, ainda, de forma generosa, autorizou que o seu advogado Ricardo Brajterman também seja meu advogado para processar todos os meios de comunicação que, sem qualquer cuidado com a verdade dos fatos, publicaram uma matéria extremamente ofensiva a minha imagem, caráter e reputação. Fiquem com Deus, Um beijo grande para todos. @brajterman Quaisquer outras informações entrar em contato com as pessoas descritas na minha bio.

Uma publicação compartilhada por Joaquim Lopes (@lopesjoca) em

 

 

Tags relacionadas: Joaquim Lopes | Ticiane Pinheiro | atualidades

Notícia publicada Ter, 28 fev 2017 as 22:02, por CARAS Digital.






Mais Notícias de atualidades